SCPar planeja ter em seis meses plano de recuperação de área degradada do porto

Elaboração do projeto é necessária para que o Porto de Laguna mantenha o licenciamento ambiental das atividades de estrutura de apoio náutico e dragagem, conforme o Plano de Controles e Programas Ambientais (PCA) da estrutura.
Mapa do local onde ocorrerá o Prad - Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,976 visualizações,  8 views today

A SCPar contratou uma empresa para elaborar um Projeto de Recuperação de Área Degradada (Prad) para o Porto de Laguna. A holding estadual que administra a estrutura portuária da cidade juliana oficializou a contratação da empresa Nisus Inovação, de Tubarão, para executar o serviço, com previsão mínima de conclusão para seis meses. O contrato foi assinado na última quinta-feira, 1º.

São quatro áreas envolvidas no Prad, totalizando 36,2 mil metros quadrados. A recuperação, segundo informou a assessoria do governo estadual, “deriva de uma obrigação decorrente da legislação ambiental imputada à SCPar, enquanto possuidora da área”.

A elaboração do projeto é necessária para que o Porto de Laguna mantenha o licenciamento ambiental das atividades de estrutura de apoio náutico e dragagem, conforme o Plano de Controles e Programas Ambientais (PCA) da estrutura.

A contratação da empresa foi feita por dispensa de licitação, já que o valor dos serviços é inferior ao teto legal previsto pela lei federal 13.303/2016. Ao todo, a SCPar vai desembolsar R$ 16,6 mil.

Notícias relacionadas