Reunião discute retirada de pedras da Barra de Laguna e desassoreamento do Camacho

Segundo apurado, devem participar a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido), o secretário Nacional da Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, e os prefeitos de Laguna, Samir Ahmad (PSL) e de Jaguaruna, Laerte Silva (PSC).
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 4,812 visualizações,  4 views today

Uma reunião em Florianópolis, nesta terça-feira, 20, vai discutir o projeto de retirada de pedras do Canal da Barra (chamada tecnicamente de derrocagem), em Laguna, e ações para o desassoreamento da Barra do Camacho, cujas cenas de peixes mortos chocaram na última semana. O encontro foi convocado pelo governo estadual.

Segundo apurado, devem participar a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido), o secretário Nacional da Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, e os prefeitos de Laguna, Samir Ahmad (PSL) e de Jaguaruna, Laerte Silva (PSC).

A derrocagem da Barra de Laguna é um projeto que inclui a retirada ou destruição de pedras ou rochas submersas, que impedem a navegação plena do canal. Dessa forma, é a readequado o canal e a bacia de evolução do local. “Laguna precisa do canal fluindo, independente de condições de maré, permitindo a saída de barcos pesqueiros”, diz Ahmad.

Já o desassoreamento consiste na remoção de areia, lodo e outros sedimentos, causados por ações humanas ou pelo desbarrancamento de terra decorrentes de fenômenos naturais. O assunto também deve ser tratado em uma audiência pública virtual promovida pela Assembleia Legislativa (Alesc), em maio.

Notícias relacionadas