Prevenção em dicas: Caminhando na calçada

Dos assaltos a pedestres que acontecem no dia a dia, muitas vezes são por falta de um COMPORTAMENTO ATIVO das pessoas (vítimas), enquanto estão deslocando nas calçadas e também pelo AMBIENTE atrativo ou propício para o cometimento de crimes.
Ilustração: Evilym Lima/Editoria de Arte
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,365 visualizações,  4 views today

Violência urbana é um tema que já chegou em todos os recantos do Brasil – seja nas cidades grandes ou nas pequenas e mais remotas do nosso país. Basta assistirmos os jornais locais para percebermos a quantidade de ataques criminosos contra pessoas.

Dos assaltos a pedestres que acontecem no dia a dia, muitas vezes são por falta de um COMPORTAMENTO ATIVO das pessoas (vítimas), enquanto estão deslocando nas calçadas e também pelo AMBIENTE atrativo ou propício para o cometimento de crimes.

Geralmente as cidades que tem uma vida noturna agitada, alta circulação de pessoas, somando a diversidade de lugares ermos, são OPORTUNIDADES interessantes para o cometimento dos crimes contra pedestres.

A Prevenção Situacional do Crime (PSC) é um caminho de medidas preventivas que podemos praticar para “prevenir” a maioria dos crimes (CLARKE, 1998; CARVALHO, 2015).

Para Goldstein (2001) há quatro formas de lidar com um problema de Segurança Pública, que são:

  1. Eliminar totalmente o problema (IMPROVÁVEL);
  2. Reduzir o número de ocorrências geradas pelo problema;
  3. Reduzir a gravidade dos danos;
  4. Lidar melhor com velhos problemas.

Como DICA DE SEGURANÇA, baseado nas teorias de Prevenção Situacional do Crime e do Triângulo do Crime, vamos focar naquilo que podemos agir (FELSON, 1998), que, como pessoas do bem, podemos evitar ou fazer diminuir as ações criminosas, portanto:

  • Antes de caminhar, sair de casa, etc., informe alguém da família sobre o trajeto a ser realizado;
  • Ao sair de casa confira seus pertences;
  • Não caminhe em locais ermos, com iluminação pública ineficiente;
  • Não ande com objetos de valor dentro de sua bolsa, nem joias, relógios, etc., de forma aparente;
  • Quando estiver caminhando com bolsas, procure deixá-las no lado oposto à rua;
  • Não se distraia quando em atendimento de telefone – evite usar redes sociais em vias públicas;
  • Prefira estar acompanhado;
  • Observe as pessoas que se aproximam de você;
  • Em caso de assalto, não reaja, sua vida vale mais que qualquer bem!
  • Ligue imediatamente para o canal de emergências 190 e repasse as informações.

Para uma vida melhor, mais equilibrada e tranquila, procure ter sempre uma atitude ativa como cidadão. Grande abraço e até a próxima dica!

FONTES

CARVALHO, A. A Segurança Urbana e o Desenho do Espaço Público: Contributos Para a Prevenção do Crime e de Incivilidades. Lisbon: Mestrado em Ciências Policiais, Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna. 2015.

CLARKE, R.V. e FELSON, Marcus. Opportunity makes the thief: practical theory for crime prevention. Police Research Series, Paper 98. Home Office. Policing and reducing crime unit. London, November 1998.

GOLDSTEIN, Herman. Problem-oriented policing. McGraw-Hill, Inc. 1990.

Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Agora Laguna.

Previous
Next

Útimas Notícias

Previous
Next

Relacionados