Comunidade se une para arrecadar recurso para cirurgia; veja como ajudar

O procedimento cirúrgico pode ser feito na rede pública, mas com o agravamento do seu quadro de saúde e a suspensão das cirurgias eletivas devido à pandeia do novo coronavírus, a solução foi recorrer a um hospital particular em Treze de Maio.
Arquivo pessoal

Moradores do Farol de Santa Marta se mobilizaram para arrecadar recursos para arcar com os custos de uma cirurgia que Juliana Quirino, 31, precisa fazer. A ex-moradora da comunidade, que reside atualmente no Camacho, em Jaguaruna, descobriu tumores e um deles atacou o intestino.

O procedimento cirúrgico pode ser feito na rede pública, mas com o agravamento do seu quadro de saúde e a suspensão das cirurgias eletivas devido à pandemia do novo coronavírus, a solução foi recorrer a um hospital particular em Treze de Maio.

Márcio Goulart, o popular Kart, amigo e idealizador da campanha de auxílio, explica que são necessários R$ 4 mil para pagar a cirurgia. “Ela já vendeu o carro, fez de tudo. É de doer o coração. Queremos logo chegar nesse valor para amenizar o sofrimento”, diz.

Na comunidade, Goulart e os moradores conseguiram reunir cerca de R$ 3,5 mil, o que possibilitou que as consultas iniciais pré-procedimento sejam marcadas, para poder agendar a data da cirurgia. Mas a luta continua para arrecadar fundos que completem o valor necessário e que possibilitem o tratamento pós-operatório, ainda sem estimativa de custos.

Doações podem ser feitas via conta poupança: agência 02891, operação 1288, conta 813130815-2, ou através de transferência Pix com a chave CPF: 06334714961, tudo em nome de Juliana Quirino.