Cavalgada para homenagear Anita Garibaldi ganha nova data

De acordo com a entidade, vão participar grupos de cavalaria do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, e a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido) também confirmou presença. 
Divulgação/Instituto CulturAnita

Um dos atos que farão parte das comemorações mundiais do bicentenário de Anita Garibaldi, a cavalgada promovida pelo Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) já tem data para acontecer. Inicialmente previsto para acontecer em março, a ação de homenagem à heroína será realizada em 22 de maio, um sábado.

De acordo com a entidade, vão participar grupos de cavalaria do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, e a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido) também confirmou presença.

“Ficamos muito felizes de poder celebrar Anita Garibaldi de uma forma que muito a representa: cavalgando. Todos sabemos que Anita foi uma exímia amazona e as guardiãs e suas convidadas farão jus a essa história”, comenta a diretora do Departamento de Guardiãs de Anita, Ivete Scopel

No mesmo dia, será feito o lançamento da pedra fundamental do monumento “A retirada de Anita”, que vai representar o momento em que Anita e Garibaldi deixaram a cidade de Laguna, durante os conflitos que marcaram o fim da República Catarinense. A estátua ficará às margens da Barra do Camacho é de autoria do escultor Sérgio Coirolo.

A programação inicia às 8h, com o lançamento da pedra fundamental do monumento. Já às 9h30, a cavalgada inicia, partindo do local onde será erguido o monumento em direção à Laguna pelas praias e parte da rodovia SC-100, com parada na localidade do Canto da Lagoa, para almoço. A previsão é que as amazonas cheguem ao Centro Histórico de Laguna por volta das 18h, onde participarão de uma rápida homenagem à heroína, em frente ao museu que leva seu nome, marcando o encerramento do ato.

O instituto também ressalta que o ato pode ser adiado ou ter sua programação alterada em virtude da situação da pandemia do novo coronavírus. Ainda em maio, está previsto o lançamento oficial de sua nova obra, o livro Dois mundos e uma rosa para Anita, editado em conjunto com o Museu Renzi, da Itália.