Laguna e Pescaria Brava ratificam consórcio para compra de vacina

Laguna manifestou interesse por 30 mil doses e Pescaria Brava, 14 mil. Ao todo, são 260 cidades catarinenses que apresentaram pedido, intermediado pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), para a compra das ampolas.  As tratativas para a vinda de 3,5 milhões de doses começaram há pouco mais de duas semanas.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,752 visualizações,  4 views today

Os vereadores de Laguna e Pescaria Brava aprovaram nesta semana os projetos de lei que autorizam os prefeitos dos dois municípios a formalizarem a adesão ao consórcio municipal para a aquisição da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleja, da Rússia. A aprovação legislativa é uma exigência formal.

Laguna manifestou interesse por 30 mil doses e Pescaria Brava, 14 mil. Ao todo, são 260 cidades catarinenses que apresentaram pedido, intermediado pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), para a compra das ampolas.  As tratativas para a vinda de 3,5 milhões de doses começaram há pouco mais de duas semanas.

A Fecam espera receber a resposta positiva para o fechamento do acordo em breve. A aquisição, porém, só vai ser consolidada quando forem indicados os lotes de vacina e as respectivas datas para envio e chegada em território brasileiro.

Todavia, os imunizantes não virão de imediato às cidades, isso porque a lei manda que as ampolas compradas sejam incorporadas ao Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, para distribuição.