Colapso na saúde faz hospital de Laguna pedir mais cuidados à população

Em 24h, o panorama do hospital de Laguna indica UTI com dez pacientes internados e uma pessoas aguardando por leito de terapia intensiva. Há 23 pacientes em enfermaria (17 confirmados e 6 suspeitos). No mesmo período, houve uma alta e três óbitos (Laguna, Imaruí e Gravatal, cada) foram registrados.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Em nota publicada no final da tarde desta segunda-feira, 22, o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, de Laguna, alertou a população sobre o colapso que a saúde passa nesse momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus.

“Alertamos ainda que, os hospitais da região estão fechando seu pronto atendimento devido a grande demanda e a capacidade reduzida de atendimento. Não queremos chegar a este ponto. Mais uma vez, reforçamos o pedido para que a população redobre os cuidados. Usem máscara, higienizem as mãos, evitem aglomerações e procurem ficar em casa, saindo somente em casos necessários”, alerta a nota da casa hospitalar.

Nas cidades vizinhas, as casas hospitalares estão registrando ocupação máxima, situação também compartilhada pela instituição lagunense. Na cidade juliana, 130% dos leitos destinados à Covid-19 estão ocupados.

Em 24h, o panorama do hospital de Laguna indica UTI com dez pacientes internados e uma pessoas aguardando por leito de terapia intensiva. Há 23 pacientes em enfermaria (17 confirmados e 6 suspeitos). No mesmo período, houve uma alta e três óbitos (Laguna, Imaruí e Gravatal, cada) foram registrados.

Leia a nota do hospital

O Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos informa que está diante de limitações físicas, humanas, materiais e financeiras, as quais potencializam um iminente COLAPSO devido à alta demanda de pacientes com Covid-19.

Pedimos que a população procure o hospital somente em casos de EXTREMA NECESSIDADE. Neste momento, esta casa de saúde passa de sua OCUPAÇÃO MÁXIMA e encontra-se com 130% da capacidade de leitos destinados à Covid.

Alertamos ainda que, os hospitais da região estão FECHANDO seu pronto atendimento devido a grande demanda e a capacidade reduzida de atendimento. NÃO QUEREMOS chegar a este ponto.

Mais uma vez, reforçamos o pedido para que a população redobre os cuidados. Usem máscara, higienizem as mãos, evitem aglomerações e procurem ficar em casa, saindo somente em casos necessários.