#SóAcho: Que os super-heróis são os que estão na linha de frente

Foto ilustrativa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 617 visualizações,  8 views today

SUPER-HERÓIS: Até agora, desde as primeiras informações através dos boletins oficiais do coronavírus pela prefeitura de nossa cidade, foram vacinados 681 lagunenses, entre eles profissionais da saúde, idosos abrigados e idosos acima de 90 anos. Nesse final de semana novos idosos serão vacinados de 85 a 89 anos e assim vai seguir diminuindo a faixa etária, a medida que novas doses forem encaminhadas ao município. Se nada mudar a nível de distribuição eficiente e rápida por parte do governo federal e estadual, vamos ainda passar um longo período até a população ser totalmente imunizada. É bom não contar com isso cedo, algumas projeções falam não em meses e sim em anos para que a vacina chegue em cada canto. É bom se cuidar, é o que temos a fazer nesse momento, embora tenha uns e outros se achando o Super-Homem e a Mulher-Maravilha, imunes a essa situação. Triste, muito triste.

VAMOS TER QUE APRENDER a conviver com esse novo momento em que estamos passando, desde o primeiro caso registrado de forma oficial no Brasil, em fevereiro de 2020. É, muitos ainda não se deram conta que já estamos há quase um ano atravessando essa fase de combate e busca de conhecimentos sobre esse novo vírus, leu bem? Busca de conhecimentos. Na verdade, pouco ou quase nada se sabe ainda, de fato sabemos que a forma de reação é diferente em cada organismo, pois uns nada sentem, outros evoluem de forma positiva, mas têm aqueles que passam muito trabalho na recuperação, e claro, alguns infelizmente não vencem essa luta. Por isso venho falando, fazer planos para 2022 é um pouco cedo, já que hoje, um ano após, vivemos um novo momento delicado quanto a ocupação de leitos em UTIs e o crescente número de infectados. Prudência é a palavra certa, e claro, sem esquecer dos cuidados básicos deste o princípio, fator que alguns vem fazendo questão de não dar bola. Falo também que a conta vem, e pode vir de forma bem cara para alguns.

LÁ NAS PRAIAS do Gi, Iró e Mar Grosso nesse último final de semana tinha um mundaréu de gente, teve luau, vanerão, funk é até escola de samba. O que não faltou foi diversão ao extremo, porém esqueceram de um detalhe importante: o distanciamento social necessário. Li uma frase que chamou a atenção e dizia assim: “Infelizmente muitos banalizaram o vírus”. Pelo que se observa, a coisa foi para esse caminho, de um novo normal com liberação total. Fico aqui pensando como puxar o freio de mão dessa gente? Você tem alguma sugestão?

FALANDO EM PRAIA DO GI, trabalhadores da prefeitura tiveram que ser acionados para limpeza da praia em pleno domingo. Mais uma vez a diversão não foi acompanhada de responsabilidade e o lixo ficou espalhado, como acontece praticamente todos os finais de semana, após a juventude “se divertir”. Algo tem que ser feito pra que esses encontros tenham responsáveis com identidade e endereço, caso contrário vai continuar como está.

Divulgação

TENS UNS que não perdem a oportunidade de meter o bedelho onde não foram chamados, principalmente em algumas de minhas postagens que da metade para baixo distorcem o assunto em questão e ficam arrumando picuinhas em todos os cantos. Para alguns, recomendo ler duas vezes e para outros, umas cinco leituras já está de bom tamanho.

Ó PRA VOCÊ que não vem concordando em nada com meus comentários sobre o que nos espera no futuro. Se não continuarmos com os cuidados básicos (distanciamento físico, distanciamento social, higienização e etc) de saúde necessário de nada vai adiantar fazer planos para 2021 e ainda cito 2022; minha opinião. Sempre falei que esse vírus “inicial” era estranho e muito estranho, e agora começam a surgir novas variantes, que, ao contrário da primeira podem contaminar de forma mais eficiente e rápida vários membros da mesma família, o que não era comum até agora. Se antes a preocupação era dos jovens contaminarem seus pais e avós, hoje é diferente, são eles, os próprio jovens, que vêm se contaminando.

Dia 26 de fevereiro, se não me engano, vai completar um ano do primeiro caso oficial confirmado no Brasil. Volta lá em março de 2020, “primeira quarentena”, e me fale de verdade se você imaginaria que um ano após estaríamos nessa situação de hoje? Então, não venha discordar dos fatos, eles estão aí e nos mostram que fazer planos para o futuro (dias, semanas, meses, ou anos) ainda é muito cedo. Ao que tudo indica, vamos ter que conviver com essa situação até não sei quando, e infelizmente, ainda muitos não vêm colaborando para o contrário. Então, que cada um possa pagar a sua conta da irresponsabilidade, infelizmente, a maioria vai ter que arcar com os custos mesmo não colaborando para isso. Minha opinião e se discordar. Ó PRA VOCÊ

UMA FÁBRICA DE LENÇO era uma boa opção para investir nesse momento político que estamos passando. Quem deixou o governo ou quem tentou e não conseguiu a cadeira de prefeito municipal vem em um chororô de dar gosto nas redes sociais. Claro, tem quem vem mostrado ainda trabalho social. Agora só restam as críticas e lamúrias e esperar uns quatro anos até a nova eleição municipal. Aconselho a trabalhar bastante e mostrar serviço, só assim poderão ter uma nova chance na caça e conquista de votos. Tenho dito.

A CASA DO POVO fechou as portas essa semana cancelando todas as atividades. O motivo foi a testagem positiva de dois dos nossos novos vereadores. Agora vão aproveitar essa paralisação para uma higienização completa das dependências, evitando desta forma que o vírus se propague lá dentro. Aos dois edis que estão em isolamento em suas casas desejamos melhoras e que se cuidem com novas e velhas contaminações.

NOTÍCIA TRISTE a do falecimento da sra. Anna Maria Rodrigues (87 anos). Aos familiares, em especial ao seu filho João Rodrigues Junior, nossos sentimentos.

SEM DESCULPAS daqui pra frente de que não tem efetivo para atuar diretamente na fiscalização. Ao todo oito policiais militares vão reforçar o efetivo do 28º Batalhão (BPM) de Laguna. A vinda dos soldados faz parte da estratégia anunciada há dois dias pelo governo do Estado de ampliar a fiscalização dos decretos de restrição social referentes à pandemia do novo coronavírus. Eficiências e resultados nessas fiscalizações são que as pessoas de bem esperam nesse momento.

Foto: PM / Divulgação

INFELIZMENTE o Estado e também os municípios catarinenses tiveram que intervir quanto ao avanço do coronavírus em praticamente todas as regiões catarinenses. Parte da população é responsável por esse momento facilmente observado através das redes sociais, onde muitos abusaram de festas públicas, bailões e diversões diversas. Agora não adianta reclamar, é cumprir o que determina o decreto, que na minha opinião foi bem suave, embora acredito que possa ter outros ainda mais restritivos.


ELVIS PALMA – Funcionário público estadual, formado em administração de empresas e fotógrafo. Escreve às sextas-feiras, na coluna #SóAcho, com fatos e fotos da cidade de Laguna.

As informações e opiniões expressas no texto não representam o pensamento do Portal Agora Laguna.

Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Agora Laguna.

Previous
Next

Útimas Notícias

Previous
Next