Laguna fará vacinação ‘drive-thru’ para idosos acima de 85 anos

Vacina Covishield, a de Oxford – Foto: Ricardo Wolfenbüttel/Secom Governo SC
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 832 visualizações,  8 views today

Após semanas com a vacinação contra coronavírus suspensa devido à falta de doses, a prefeitura de Laguna dará continuidade aos trabalhos de imunização. Nesta quinta-feira, 25, o município receberá um novo carregamento com doses vindas do governo do Estado, que recebeu mais de cem mil ampolas da Coronavac e da Covishield, no dia anterior à distribuição.

De acordo com a secretária Gabrielle Siqueira, a prefeitura recebeu 381 doses para a faixa etária de 85 a 89 anos e 60 doses para profissionais de saúde.

A vacinação será no formato drive-thru (dentro do veículo) e presencialmente (no interior do local de imunização) já neste sábado, 27, em um ‘Dia D’ para pessoas entre 85 e 89 anos de idade. A equipe de imunizadores estará no Centro Cultural Santo Antônio dos Anjos entre 8h e 17h. É necessário levar o cartão do SUS, identidade e comprovante de residência.

Já na terça-feira, 2, a prefeitura pretende aplicar as vacinas nos moradores da região da ilha e de Caputera nesta faixa etária. No dia seguinte, será a vez dos idosos das comunidades do Distrito de Ribeirão Pequeno. Nessas localidades, a imunização será domiciliar.

O município recebeu um quantitativo de doses para vacinar 30% de idosos entre 80 e 84 anos. A imunização desse público em específico vai ser realizada a partir de 6 de março, também a domicílio, em cronograma a ser divulgado.

Municípios vão receber mais de 80 mil doses

Segundo o governo do Estado, apenas 83,6 mil doses serão enviadas às cidades. São 59,5 mil ampolas da Covishield (Oxford/AstraZeneca/Fiocruz), que tem 12 semanas de intervalo entre cada uma das doses e será entregue sem reserva para a próxima aplicação, conforme novo entendimento do Ministério da Saúde (MS).

Já a Coronavac terá só 24,1 mil doses espalhadas por Santa Catarina. O intervalo de aplicação é menor (duas a quatro semanas) e por isso não há como aplicar as doses de reserva, sem a garantia de um novo carregamento de imunizantes.

Na nova remessa dos estados, serão enviadas as segundas doses (42,5 mil no total) do carregamento de 7 de fevereiro, que estavam armazenadas no estoque do governo.

Notícias relacionadas