Prefeitos da Amurel devem seguir normativas estaduais

Divulgação/Amurel
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 160 visualizações,  4 views today

Uma reunião entre os prefeitos da região de Laguna (Amurel) na manhã desta quarta-feira, 24, serviu para os municípios debaterem as novas determinações do governo estadual que serão formalizadas em decreto a ser expedido nos próximos dias.

Essa foi a primeira assembleia realizada desde a posse da novo conselho administrativo. No encontro, os prefeitos concordaram com a realização de encontros frequentes para debater a evolução do quadro na região.

“Vamos acompanhar as definições do governo estadual e aplicar o máximo rigor na fiscalização”, disse o presidente da Amurel, Deyvisonn de Souza (MDB), prefeito de Pescaria Brava. São esperadas restrições a casas noturnas e baladas e diminuição da capacidade de ocupação do transporte coletivo, entre outras medidas, ainda não confirmadas oficialmente pelo Estado.

No dia anterior, diante da situação crítica o secretário estadual de Saúde, André Motta Ribeiro, anunciou a reativação de 277 leitos de UTI/Covid que haviam sido desativados em outubro do ano passado. Também informou que até o fim desta semana, Santa Catarina terá mais de 900 leitos em funcionamento para o tratamento da doença.

“Nós iremos, também, investir R$ 600 milhões na ativação de leitos de UTI em hospitais particulares de Santa Catarina. Além disso, nossas equipes estão trabalhando, incansavelmente, na busca pela compra de 5 milhões de doses da vacina para a imunização dos catarinenses”, disse o governador Carlos Moisés da Silva (PSL).