Novos gestores das escolas municipais de Laguna são empossados

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 248 visualizações,  4 views today

Foram empossados na tarde desta sexta-feira, 5, os novos diretores e supervisores das escolas e centros de educação infantil da rede municipal de ensino. O ato formal faz parte dos trabalhos de organização da gestão escolar iniciados nas últimas semanas.

Laguna tem 21 escolas e centros de educação infantil (CEIs). “São profissionais de excelência e importantíssimos para toda a rede municipal de ensino. Quando nós empossamos, damos a eles a responsabilidade de representar a gestão municipal em suas escolas, como também, articular a participação democrática, através do Plano de Gestão Escolar (PGE)”, comenta a secretária municipal de Educação e Esportes, Juliana Fagundes de Carvalho.

Agora, os gestores irão voltar às escolas no dia 8 para o início do processo de matrículas e organização das unidades para o reinício do ano letivo. “Já no dia 8, as escolas começam a decidir o seu modelo de atendimento das turmas [presencial, semi ou virtual], pois são realidades diferentes”, explica.

De acordo com a Secretaria de Educação e Esportes (SED), a organização do trabalho da gestão escolar, a partir deste ano, será submetida ao PGE, por meio do diagnóstico, planejamento, avaliação, intervenção e manutenção das rotinas escolares e da garantia dos direitos de aprendizagem de todos os estudantes. Esse plano será alvo de avaliação do trabalho no mês de dezembro de 2021.

Gestão escolar foi alvo de polêmica

A definição dos diretores escolares foi alvo de polêmica no começo do ano, após um processo de exoneração dos gestores, iniciado no governo Mauro Candemil (MDB) e concluído nos primeiros dias da gestão de Samir Ahmad (PSL).

Em dezembro de 2020, uma lei aprovada pela Câmara e sancionada por Ahmad, prevê que a escolha dos diretores volte a ser por indicação política. A definição dos gestores havia sido tornada democrática, em 2017, com a participação maciça da comunidade escolar na escolha dos nomes que administrariam as escolas e CEIs.

“Compreendo o desconforto em relação a algumas escolas, pois educação é vínculo. A educação não é apenas o profissionalismo, tem a questão da emoção e do vínculo. E hoje, nós temos nomeações de profissionais que são da educação, grande parte é efetivo, mas uma parte é comissionado, mas todos assumindo a gestão democrática”, diz Juliana.

De acordo com a secretária, a gestão democrática ocorre quando, dentro da escola, for aberta a oportunidade para que os colegiados tomem decisões, citando como exemplos: APP, reuniões de professores, entre outros. “Alguns diretores permaneceram pela história e até pela questão política, que nos favorece em alguns casos, mas todos assumiram um compromisso com a educação no município”.

Comunidades como Estreito e Caputera externaram esse desconforto publicamente. No Estreito, a escola chegou a emitir uma nota em rede social. “A equipe Calil Bulos e CEI Peixinho Dourado lamentam grandemente a exoneração da diretora Marilia Gabriela que tanto vem se dedicando para que todos os alunos, mesmo que estudando em um salão improvisado como escola, e mesmo com as dificuldades de um ano onde o ensino foi online, tivessem uma educação de qualidade”, disse nota publicada em uma rede social. “Em nome de todos os profissionais, pais e alunos deixamos aqui nossa enorme gratidão, inconformados com tal situação”.

A diretora de lá será Valdiana Alexandre da Silva. No caso de Caputera, os moradores chegaram a fazer um abaixo-assinado para pedir a manutenção da gestora Luciana Delfino, mas não obtiveram o resultado desejado. A nova diretora é Jussara João, que ficará a frente do CEI Mickey Mouse. Ao todo, apenas oito nomes permaneceram no cargo de diretor.

Veja a lista de quem assume a gestão municipal

  • Eliane de Oliveira da Silva Fernandes – Escola Agrícola Índio Guimarães, Parobé*
  • Casilda Caemerer da Silva – Escola José de Souza Guimarães, Figueira
  • Tatiana Cardoso Ricardo – Escola Morro Grande, Morro Grande*
  • Débora Cristina Cardoso – Escola Chiquinha Gomes de Carvalho, Bananal
  • Valdiana Alexandre da Silva – Escola Dr. Armando Calil Bulos, Estreito
  • Jussara Regina João – CEI Mickey Mouse, Caputera
  • Simone José – Escola Profª. Marilza Lory de Barros, Bentos
  • Alessandra Polucena Pontes – Escola Profª. Iracy Virgínia Rodrigues, Barranceira*
  • Ingrid dos Santos Gorla – CEI Pequeno Príncipe, Cabeçuda*
  • Silvânia Saviatto Braga – Escola Nininha Guedes dos Reis, Barbacena*
  • Maria de Lourdes Correia – Polo de Ensino a Distância de Laguna (UAB)
  • Carlos Roberto da Silva – Escola Elizabeth Ulysséa Arantes (Caic), Portinho
  • Marianne Barreto Guedes – CEI Pequeno Cines, Portinho
  • Marcia Adriana Feltrin Cardoso – CEI Padre Augustinho, Progresso*
  • Mayara Marques Souza – CEI Bairro Progresso, Esperança
  • Ana Cristina da Rosa Fernandes – CEI Irmã Vera, Ponta das Pedras
  • Maria da Gloria Ribeiro Kfouri – CEI Profª. Laureni Vieira de Souza*
  • Julio Cruz David – Escola Francisco Zezuíno Vieira, Ponta da Barra
  • José Rinaldo Fagundes Batista – Escola Ver. Jurandir Pereira dos Santos, Cigana*
  • Luciana Machado Luciano – Escola Custódio Floriano de Córdova, Passagem da Barra
  • Jucenira Fidelix Biehl – Escola Comandante Moreira, Campos Verdes
  • Sônia Peppeler Teodoro – CEI Pica Pau Amarelo, Farol

* – nomes assinalados com * estavam na gestão até dezembro de 2020.

Notícias relacionadas