Após um mês avaliada em nível grave para o novo coronavírus, a região da Amurel, formada por 18 cidades (incluindo Laguna), voltou a ser considerada como em nível gravíssimo. A nova matriz foi divulgada na manhã deste sábado, 20.

Outras 15 regiões do estado também pioraram a classificação e estão em alerta vermelho, mesma situação de Laguna. Apenas a região Carbonífera (Criciúma) está em nível grave.

Também pioraram na classificação, as regiões do Alto Vale do Itajaí (Ibirama) e Extremo Sul (Araranguá), que subiram do grave para o gravíssimo.

De todas as localidades, o Oeste (Chapecó), teve nota 4 (valor mais alto na escala avaliativa) em todos os quesitos avaliados pela matriz, fato inédito desde sua criação em julho de 2020. A região tem atualmente 100% de ocupação dos leitos de UTI.

O governo do Estado passou a divulgar a matriz no sábado para facilitar a aplicação das medidas de restrição social referentes ao novo coronavírus nos municípios.