Amurel se reúne para debater situação da pandemia na região

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 652 visualizações,  4 views today

Com o aumento de casos de Covid-19 e a ocupação de leitos de UTI aumentado em hospitais de Laguna, Tubarão e Imbituba, representantes dos municípios que compõem a Amurel irão se reunir na tarde desta terça-feira, 23, para debater medidas para frear o avanço do vírus.

A informação foi confirmada pelo presidente da associação, Deyvisonn de Souza (MDB) em entrevista à Rádio Difusora. “Nós estamos indo para uma situação muito preocupante. Nos próximos dias vamos ter novidades em relação a isso. As UTIs estão todas lotadas, o sistema está entrando em colapso e o momento é o mais delicado que vamos começar a atravessar a partir de hoje e amanhã”, disse o prefeito de Pescaria Brava.

No encontro desta terça, que acontece de forma virtual, devem estar participando o governador Carlos Moisés (PSL), além dos gestores da Secretaria de Estado da Saúde, diretores de hospitais da região e secretários municipais. “Não estamos falando em fechar nada, mas sim atitudes para reprimir e tentar cessar um pouco os números da Covid na região”, finaliza Deyvisonn.

Em Laguna, na última semana, a direção do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos voltou a informar que todos os 10 leitos de UTI para tratamento da Covid-19 estavam ocupados. Além disso, com esse cenário e diante do aumento de casos de coronavírus, a instituição emitiu nota de orientação à população em que pede que a emergência seja procurada apenas em “casos de extrema necessidade”.

Leia mais: Com UTI lotada, hospital pede que emergência seja procurada em ‘extrema necessidade’

No boletim informativo desta segunda, 22, o setor de emergência do hospital tinha dois pacientes em situação grave, devido à espera de vaga em leitos de UTI na região.

Neste último sábado, 20, a região da Amurel voltou a ser classificada em nível gravíssimo após um mês, de acordo com os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Notícias relacionadas