Divulgação/Casan

Duas novas retroescavadeiras foram integradas à frota operacional da agência da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) de Laguna. Os equipamentos serão aplicados nos trabalhos de campo, como o conserto de vazamentos de água e também a implantação de novas redes.

“Os novos equipamentos irão proporcionar mais agilidade na execução dos serviços com conforto e segurança para as equipes operacionais, pois são equipamentos modernos e seguros”, informa o chefe da agência, Diego Rodrigues.

As retroescavadeiras foram compradas pelo governo do Estado para distribuir em mais de 20 municípios e custaram R$ 225 mil. Elas são do modelo 3CX, com potência de 92hp, profundidade de escavação de até 5m62cm e capacidade de caçamba de 1,1 m³. As cabines são fechadas e pressurizadas, com condicionador de ar e rádio, ponto considerado importante para a produtividade da operação, em geral de grandes jornadas.

A Casan projeta um investimento total de R$ 28 milhões até 2023 em maquinários pesados, um planejamento que inclui também caminhões valetadores e caçambas.