Geração de empregos em Laguna teve saldo negativo em 2020, diz Caged

Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 196 visualizações,  4 views today

Laguna encerrou 2020 com saldo positivo na geração de empregos em dezembro, mas no acumulado total do ano, o número de contratações foi inferior ao de demissões. Os dados foram apresentados no balanço mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta quinta-feira, 28, pelo Ministério da Economia (MEcon).

Dezembro foi o sétimo mês que Laguna fechou com mais admissões que demissões. A cidade juliana registrou 315 contratações e 239 desligamentos, ou seja, saldo de 75 empregos formais gerados a mais.

Os números do Caged mostram que o setor comercial foi o que mais admitiu com 181 contratações e o que mais teve desligamentos com 102 demissões, o que dá um saldo positivo de 79. No setor de serviços foram 177 admissões frente a 89 admissões, gerando 28 vagas positivas.

O setor agropecuário admitiu cinco pessoas e demitiu 13, tendo saldo negativo de oito. Os outros setores mapeados são: construção (cinco demissões frente a quatro contratações – saldo positivo de seis) e indústria (oito contratações com 30 demissões – saldo positivo de nove).

Acumulado do ano em Laguna

Antes de dezembro, o saldo positivo havia sido conseguido nos meses de janeiro, junho, julho, agosto, outubro e novembro. Já entre os meses de fevereiro a maio e em setembro, o saldo em Laguna foi negativo.

No acumulado do ano, o saldo ficou negativo com 34 postos de trabalho fechados. Foram 2.895 contratações contra 2.929 desligamentos. O saldo negativo pode ser explicado devido às demissões no começo do ano, causadas pelo impacto da pandemia no setor empregatício da cidade.

O setor de serviços foi o único a encerrar 2020 com vagas positivas: 21 (1.201 contratações frente a 1.180 demissões). O comércio teve 1.048 admissões frente a 1.049 desligamentos, o que gerou saldo negativo de um posto de trabalho.

A indústria teve saldo negativo de 61 vagas (312 contratados e 373 demitidos), construção ficou com menos dez vagas (173 contratados e 183 demitidos) e agropecuária com saldo negativo de 17 (161 contratados e 144 demitidos).

Pescaria Brava

Já o mais jovem município da Amurel, Pescaria Brava encerrou o ano de 2020 com saldo positivo de 71 vagas. Ao todo, foram 278 admissões frente a 207 desligamentos.

Nos meses anteriores, a cidade registrou saldo negativo em março (6 vagas a menos) e maio (3), e positivo nos meses de janeiro (11 postos de trabalho a mais), fevereiro (1), abril (8), junho (6), julho (11), agosto (13), setembro (10), outubro (7), novembro (14) e dezembro (5).

Geral

No acumulado geral do ano, o país abriu 142.690 vagas de trabalho com carteira assinada. Mas, de acordo com dados oficiais, apesar de 2020 ser o terceiro ano seguido com geração de empregos formais, foi o pior resultado para um ano inteiro desde 2017.

Já Santa Catarina obteve o melhor resultado do país na geração de empregos formais em 2020. Ao todo, foram geradas 53.050 vagas com carteira assinada no estado no ano passado.