Em Laguna, oito apostas são premiadas na Mega da Virada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 796 visualizações,  4 views today

Duas apostas ganharam o prêmio máximo de R$ 325 milhões da Mega da Virada, uma delas é de Aracaju, capital do Sergipe, e a outra foi feita pela internet e não há divulgação de onde foi realizada. Não deu para os lagunenses acertarem as seis dezenas (17 – 20 – 22 – 35 – 41 – 42) dessa vez, mas alguns deles passaram raspando pelo milionário sonho.

Sete pessoas fizeram uma aposta simples em lotéricas da cidade juliana e acertaram quatro números (quadra). Um bolão também premiou outras oito pessoas. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 1º, pela Caixa Econômica Federal (CEF), um dia após a extração do sorteio. Os números acertados pelas apostas com cinco ou quatro dezenas premiadas não são divulgados.

Todas as apostas simples continham seis números – quantidade mínima exigida pela CEF – e não são “teimosinhas”, quando é permitido concorrer ao sorteio com o mesmo número várias vezes. Cada um dos ganhadores vai receber R$ 919,27.

O bolão também não foi feito na modalidade “teimosinha” e teve oito números com 34 cotas. Resultou em R$ 5.515,48, que serão divididos entre os participantes. Sete apostas, incluindo o bolão, foram feitas na Lotérica Anita Garibaldi (Centro), e uma na Lotérica da Praia (Mar Grosso).

No Brasil todo, foram 1.384 apostas premiadas na quina (cinco números), incluindo uma de Tubarão, que dará R$ 48.978,81 aos sortudos. A quadra (quatro números), onde os lagunenses conseguiram ter mais sorte, teve 105.342 ganhadores no país.

Retirada do prêmio

Segundo a caixa, a retirada do prêmio pode ser feita em qualquer lotérica credenciada ou nas agências do banco. Mas o recebimento nos estabelecimentos conveniados é até a quantia de R$ 1.332,78, após esse valor, apenas no banco.

Para valores que atinjam ou ultrapassem R$ 10 mil, o prêmio é pago após dois dias da apresentação do comprovante na Caixa. A retirada deve acontece em 90 dias, se não o dinheiro será repassado ao Tesouro Nacional para investir no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Notícias relacionadas