Vereador Valdomiro Barbosa renuncia ao mandato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 912 visualizações,  4 views today

Eleito como o vereador mais votado no pleito de 2016, Valdomiro Barbosa de Andrade (MDB) renunciou ao mandato nesta terça-feira, 1º. A carta em que oficializa o pedido foi lida na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Laguna.

A decisão de renunciar foi em “caráter irrevogável e irretratável, com efeitos imediatos”, segundo o documento. “As razões que levaram à essa decisão são de cunho estritamente pessoal”, afirmou o agora ex-vereador.

Barbosa, que é conhecido popularmente como Macho, estava em seu segundo mandato como legislador. Ele se elegeu a primeira vez em 2012 e foi reeleito em 2016. O emedebista é um dos três vereadores detidos na segunda fase da Operação Seival, deflagrada em setembro. O político já teve pedidos de liberdade negados pela Justiça, o mais recente foi barrado no dia 21 de novembro.

Mesmo preso, ele teve sua candidatura registrada para concorrer na eleição de novembro. Sem fazer campanha pública, obteve apenas nove votos. Anteriormente, Thiago Duarte (MDB) também havia renunciado ao mandato.

Ex-intendente da Ilha assume vaga

Com a renúncia de Macho, a vaga pertencente ao MDB passará a ser ocupada em definitivo por Maria Aparecida dos Santos Ramos, ex-intendente da Região da Ilha. Terceira suplente do partido, ela foi empossada em outubro até que os vereadores presos voltassem à Câmara.

Além dela, Waldy Sant’Anna Junior (candidato pelo MDB, mas hoje no PL) também foi empossado em definitivo na vaga de Duarte. Outro suplente que assumiu, porém, interinamente, foi Francisco Salles Soares, que entrou na vaga de Cleosmar Fernandes, presidente da Casa e também detido na Seival.

Na primeira fase da operação, os policiais prenderam o vereador Antônio César da Silva Laureano (MDB), que foi libertado um ano depois, mas não voltou ao Legislativo pois teve o mandato cassado. Em seu lugar assumiu Nádia Tasso Lima (candidata pelo MDB, mas hoje no DEM).

Notícias relacionadas

Previous
Next