Laguna acompanha números nacionais e tem saldo positivo na geração de emprego em novembro

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 448 visualizações,  4 views today

Divulgados nesta quarta-feira, 23, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que Laguna e Pescaria Brava acompanharam a tendência nacional e fecharam o mês de novembro com saldo positivo na geração de empregos. Os números foram compilados pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

Novembro é o sexto mês em que a cidade de Laguna fecha com mais admissões que demissões. Ao todo, a cidade teve 240 contratações e 180 desligamentos, ou seja, saldo ajustado de 60 empregos formais gerados a mais. Anteriormente, saldo positivo havia sido conseguido nos meses de janeiro, junho, julho, agosto e outubro.

Os números do Caged mostram que o setor comercial foi o que mais admitiu com 112 contratações e o que mais teve desligamentos com 80 demissões, o que dá um saldo positivo de 32. No setor de serviços foram 87 admissões frente a 63 admissões, gerando 24 vagas positivas.

O setor agropecuário admitiu seis pessoas e demitiu cinco, tendo saldo negativo de 16. Os outros setores mapeados são: construção (17 demissões frente a 11 contratações – saldo positivo de seis) e indústria (24 contratações com 15 demissões – saldo positivo de nove).

Entre os meses de fevereiro a maio e em setembro, o saldo em Laguna foi negativo. No acumulado geral do ano, o município apresenta com mais demissões (2.570) que contratações (2.676), ficando o total negativado em 106.

Pescaria Brava

A cidade registrou a admissão de 28 pessoas e a demissão de 14, gerando saldo positivo ajustado de 14 contratações. O município teve saldo negativo em março (6 vagas a menos) e maio (3), e positivo nos meses de janeiro (11 postos de trabalho a mais), fevereiro (1), abril (8), junho (6), julho (11), agosto (13), setembro (10) e outubro (7).

No comércio de Pescaria Brava, foram registradas nove contratações contra seis demissões, o que gera saldo positivo de três admissões a mais. Situação semelhante ao setor de serviços, que teve seis admissões contra um desligamento, tendo saldo positivo de cinco contratações. Indústria contratou 12 e demitiu seis, ficando com saldo positivo de seis, e o setor da construção demitiu um e contratou um funcionário.

Já no acumulado do ano, o jovem município aparece como tendo gerado 260 postos e desligado 193 trabalhadores, ficando com saldo positivo de 67 vagas. O Caged mapeia quase 430 empregados com carteira assinada na cidade.

Geral

Pela primeira vez, desde o começo do ano, o Brasil teve saldo positivo na geração de empregos no acumulado geral. O país tem 227.025 postos de trabalho formais a mais que demissões, segundo a série de dados desde janeiro. Dentro desses dados, há o índice de Santa Catarina que teve saldo positivo de 33.004 novas vagas.

Em novembro, o Brasil criou 414.556 vagas formais de emprego, segundo o Caged. O Ministério da Economia (MEcon) informou que esse é o melhor índice desde 1992, quando começou a série histórica.

Uma das justificativas para o desempenho nacional foi a criação do programa governamental que possibilitou a suspensão de contratos de trabalho e a redução de salários e jornada trabalhista, ajudando na manutenção empregatícia.

Notícias relacionadas

Previous
Next