Idosa morre por complicações do coronavírus um dia após esposo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 712 visualizações,  4 views today

Um dia após a morte do esposo, Ailton Maurício, aos 81 anos, por complicações da Covid-19, a idosa Norma dos Santos Maurício ,74, também veio a óbito na noite deste sábado, 5, ao dar entrada no Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos de Laguna.

O casal morava no bairro Magalhães. Segundo a família, a causa da morte se deu por insuficiência respiratória, com suspeita de Covid. “Ela fez o exame, deu positivo, realizou todo o tratamento e em seguida num outro exame deu que ela tinha criado anticorpos. Quando ela voltou ontem para o hospital, foi feito um novo exame e deu negativo. Ou seja, ela faleceu das complicações que a Covid trouxe”, disse  ao portal, Denise Maurício, uma das netas do casal.

A cerimônia do velório de “seu Tinho”, como era carinhosamente conhecido, ocorreu durante à tarde e seu sepultamento se deu no cemitério da Glória. Nas redes sociais muitos amigos e familiares deixaram mensagens de carinho e de força.

“É Norma, minha vó, não quisesse ficar sem teu marido nesse mundo né?! Que amor é esse hein, amor lindo demais, que até quando um se vai o outro tem que ir junto, ou seja vocês viveram juntos e vão permanecer juntos para todo sempre. […] vó que falta você fará; só tenho que te agradecer por tudo, todo carinho, amor e gestos de bondade, uma pessoa iluminada. Que sorte eu tive de ser seu neto, que sorte nós todos tivemos de ter você ao nosso lado por todo esse tempo. Que bom foi conversar com você e a nossa despedida pessoalmente, que bom foi falar com você hoje pelo celular e dizendo o quanto nos amávamos e isso sempre foi falado, a cada abraço, beijo sempre tinha uma palavra de amor e assim sempre será! Obrigado por tudo minha vó, obrigado por todo amor e por cuidar do vô aqui e também cuidará aí, e mais uma vez, que amor lindo de vocês. Amo você, amo vocês”, escreveu Guilherme Maurício, também neto.

Seu Tinho, que iria completar 82 anos de idade no próximo dia 10 de dezembro e dona Norma foram casados por 54 anos e deixam cinco filhos, oito netos e três bisnetas.

Divulgação

A morte de dona Norma deve ser confirmada apenas no boletim epidemiológico deste domingo, 6. Mais cedo, a prefeitura de Laguna informou que a cidade não teve nenhum caso positivo registrado nas últimas 24 horas. “Não foram liberados resultados pelo Lacen/SC na data de hoje. Os casos positivos continuam em alta”, disse em nota.

Veja os dados deste sábado, clicando aqui.

Laguna já registrou 32 mortes em decorrência de complicações da Covid-19, desde o início da pandemia, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Previous
Next