Governo atualiza regras para igrejas, bibliotecas e outros locais; veja

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 528 visualizações,  4 views today

Nesta quarta-feira, 23, o Governo de Santa Catarina emitiu novas normativas para o uso de parques aquáticos e complexos termais, bibliotecas, museus, congressos, feiras e exposições, igrejas e templos religiosos. Em todos os casos deve ser respeitado o distanciamento social.

Agora, as portarias criam normas para esses locais, acompanhando as avaliações das regiões na matriz de risco potencial para contágio do novo coronavírus. Mais cedo, o governo divulgou que todo o estado está em nível gravíssimo.

As feiras, exposições e leilões podem ser realizadas em todos os níveis. Em estado gravíssimo, podem ocorrer com capacidade de ocupação de 30% do espaço de realização.

Em nível grave e alto, fica autorizada a realização de feiras com 50% e 75% de ocupação do espaço, respectivamente. No nível moderado, pode acontecer com ocupação integral do espaço, respeitando o distanciamento de 1,5 metros entre as pessoas.

A realização de congressos, palestras e seminários é autorizada em nível gravíssimo, respeitando a capacidade de 30% de ocupação do espaço e o distanciamento de 2 metros entre as pessoas. Em nível grave, a ocupação é de 50% e o distanciamento é de 1,5m entre as pessoas.

Em risco alto, a capacidade de ocupação do espaço é de 75% e o distanciamento de 1,5m entre as pessoas. No patamar moderado, fica autorizada a realização desses eventos, respeitando o distanciamento de 1,5m entre as pessoas.

Para igrejas e templos religiosos as regras também foram atualizadas. A lotação é 30% da capacidade em nível gravíssimo; 50% em nível grave; 75% em nível alto. No risco moderado, a capacidade máxima será aquela onde possa garantir o distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas, exceto para pessoas que coabitam.

Os museus funcionarão independentemente das classificações apontadas pela matriz de avaliação de risco potencial. A normativa prevê medidas e regras sanitárias, como o uso obrigatório de máscaras por todos (visitantes, trabalhadores, fornecedores e prestadores de serviços), aferição de temperatura corporal dos trabalhadores e visitantes na entrada, entre outras medidas.

Para parques aquáticos e complexos de águas termais também há regras. Em nível gravíssimo, o número de visitantes deve ser de no máximo 50% de ocupação e 75%, no risco grave. Nos patamares alto e moderado, fica autorizado o funcionamento com ocupação integral.

Nestes locais, devem ser fixados em locais visíveis, as informações de prevenção ao novo coronavírus estabelecidas pelo Governo do Estado para esta atividade.

Bibliotecas poderão realizar atividades com acesso controlado, diante do cumprimento dos regulamentos sanitários vigentes, independentemente do mapa de risco. A portaria estipula medidas e regras sanitárias, como o uso obrigatório de máscaras por todos (visitantes, trabalhadores, fornecedores e prestadores de serviços), aferição de temperatura corporal dos trabalhadores e usuários na entrada das bibliotecas, entre outras medidas.

Previous
Next