Polícia prende homem que aplicava golpes com cartão e delegado reforça alerta

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 344 visualizações,  4 views today

Um dos suspeitos de aplicar o golpe do cartão em Laguna foi detido na tarde de quarta-feira, 11, pela Polícia Militar em Brusque, na região do Vale Europeu catarinense. Só neste dia, quatro boletins de ocorrência foram registrados por vítimas na cidade juliana.

O homem estava hospedado em um hotel na cidade. Com ele foram apreendidos R$ 2 mil e sete máquinas de cartão de crédito, além de diversos cartões das vítimas e uma identidade falsa.

Antes de ir para Brusque, o golpista teria passado cerca de um dia inteiro em Laguna, onde o caso também está sendo investigado pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna.

A prática criminosa feita pelo golpista funcionava da seguinte forma: uma ligação falsa era feita para a vítima em nome de uma instituição bancária ou da Receita Federal informando que os cartões de créditos haviam sido clonados e que um funcionário do órgão passaria naquela casa para buscar o cartão junto da senha, para efetuar uma falsa contestação de supostas compras.

Divulgação / Agora Laguna

Na posse das informações, os bandidos fazem transferências bancárias para outras contas, roubando o dinheiro das vítimas. Na última semana, um outro homem – que mencionou fazer parte de uma quadrilha de São Paulo – já havia sido preso em flagrante pelo mesmo crime no bairro Mar Grosso. A polícia também prendeu pessoas em Tubarão e Criciúma.

Delegado pede que vítimas façam registro de BO

Delegado-titular da DIC, Bruno Fernandes ressalta que é importante que as vítimas do golpe procurem a polícia para registrar boletim de ocorrência – que pode ser feito pela internet.

“Já existe um inquérito policial instaurado na divisão para a investigação criminal desses golpes praticados pelo mesmo autor. Com isso, a Polícia Civil de Laguna orienta que quem foi vítima desse golpe procure a delegacia e registre o boletim de ocorrência”, alerta Fernandes. Ouça:

Notícias relacionadas