Mauro Candemil (MDB): ‘Pretendemos continuar para concluir uma série de programas’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 268 visualizações,  4 views today

Quinto e último candidato a prefeito de Laguna a ser entrevistado, Mauro Vargas Candemil, do MDB, foi o convidado do programa Senadinho da Difusora, na noite da última segunda-feira, 2. A atração foi ar pela Rádio Difusora de Laguna com retransmissão online pelo Portal Agora Laguna.

A entrevista abriu com o candidato avaliando de maneira breve o mandato a frente da prefeitura, que vem cumprindo desde o início de 2017. “Pretendemos continuar quatro anos para concluir uma série de programas. Alguns que não pudemos fazer e outros tantos que são necessários para continuidade do progresso e do crescimento do nosso município”, justificou.

Mauro Candemil elencou que, se reeleito, uma de suas metas será, inicialmente, planejar a arrecadação municipal para obtenção de recursos, que permitam a elaboração de planos de carreira.

Ao falar da máquina pública, o atual prefeito da cidade defendeu a ampliação de alguns setores, como a Guarda Municipal de Laguna com a criação de um braço ambiental para auxiliar. Nessa mesma linha, também rebateu as críticas de que a máquina pública atual estaria “inchada”, comparando com a Imbituba. “Não considero inchada a nossa estrutura, seja de efetivos ou comissionados. São [pessoas] adequadas às ações que a nossa prefeitura depreende”, justificou.

O candidato ainda comentou sobre a revisão do Plano Diretor, prevista para ocorrer na próxima gestão municipal. “É bastante complexo, temos que ter uma equipe multidisciplinar técnica da prefeitura municipal, junto com os vereadores indicando outras pessoas da sociedade organizada ou deles mesmos, para fazermos uma adequação perfeita ou bem encaminhada para que possamos confirmar o plano como está ou adequá-lo de acordo com as conveniências necessárias”.

Assim como os demais candidatos, o emedebista também confirmou que tem interesse em erguer um paço municipal para agrupar os órgãos municipais em um único endereço. “Continuamos com essa ideia […]. Estamos negociando com o Laguna Internacional para instalar ali o paço municipal em um pedaço de terra que poderá ser trocado pelas dívidas que aquele empreendimento tem com a prefeitura”, antecipou.

Mostrando estar tranquilo, Candemil falou sobre a Operação Seival defendendo que não foi indiciado e que não apenas ele, mas outros candidatos a prefeito e vereadores da cidade também tiveram mandados cumpridos pela polícia. “Foram na minha casa saber se eu tinha alguma ligação com as situações e deixei tudo à vontade […] levaram o que quiseram, pegaram meu celular e dias depois devolveram. Mas é lamentável, que um fato desse grau tenha ocorrido em Laguna”, afirmou.

Mauro Vargas Candemil tem como candidato a vice, o economista Marco Aurélio Barzan. Essa é a sexta eleição que ele disputa em sua trajetória política, sendo a quarta tentativa focando na prefeitura municipal de Laguna.

Notícias relacionadas

Previous
Next