Laguna tem mais quatro pacientes infectados com coronavírus

Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 72 visualizações,  8 views today

A prefeitura de Laguna informou, neste sábado, 7, que mais quatro pessoas testaram positivo para coronavírus e que seis receberam alta.

Segundo o boletim, são 106 pessoas que aguardam resultados de exames enviados para o Laboratório Central de Saúde Pública. Atualmente, Laguna tem 83 pessoas com vírus ativo, que estão em tratamento.

Os pacientes positivos são dos bairros Progresso (um homem e uma mulher) e Mar Grosso (um homem e uma mulher). As altas foram de moradores dos bairros Caputera (um homem e uma mulher), Mar Grosso (um homem e uma mulher), Esperança (um homem) e Cabeçuda (uma mulher)

Números de Laguna

Casos notificados – 5.311
Casos descartados – 3.891
Casos suspeitos – 106
Confirmados – 1.316
Curados – 1.211
Casos em tratamento – 83
Mortes – 18

SC

Há, em Santa Catarina, 273.652 pacientes com teste positivo para Covid-19, dos quais 256..347 estão recuperados e 14.103 permanecem em acompanhamento. O dado foi divulgado neste sábado, 7. Desde o início da pandemia, 3.202 óbitos foram causados pelo novo coronavírus. A taxa de letalidade atual é de 1,17%.

Há casos confirmados em todos os 295 municípios catarinenses, e há 236 com pelo menos um óbito. O local com a maior quantidade de casos é Joinville, que soma 25.214 casos. Na sequência, aparecem Florianópolis (22.784), Blumenau (15.338), São José (13.299), Palhoça (9.325), Itajaí (9.251), Balneário Camboriú (8.802), Criciúma (8.451), Chapecó (8.030) e Tubarão (6.579).

Atualmente, há 1.436 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dois quais 943 estão ocupados, sendo 269 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação geral é de 65,7% e há 493 leitos vagos atualmente.

Brasil

País tem 162.286 óbitos registrados e 5.652.857 diagnósticos de Covid-199, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Cinco estados tiveram problemas e não fecharam seus boletins nesta sexta, incluindo SP e RJ, os dois mais afetados em números totais.

Notícias relacionadas