Foto: Fábio Pozzebom/ABr

Um eleitor de Pescaria Brava terá que comparecer ao fórum após ter sido flagrado com mais de dez santinhos em uma seção eleitoral da cidade durante o pleito de domingo, 15. O caso foi registrado durante fiscalização da Polícia Civil para apurar suspeita de compra de voto ou boca de urna.

A presidente de uma das mesas da escola do bairro Santiago foi ao encontro dos policiais e ratificou a informação, fornecendo detalhes da pessoa que estaria cometendo o crime..

“Fizemos a identificação do suspeito, a revista pessoal e com ele encontramos uns 15 santinhos de um determinado vereador. Questionamos sobre a compra de votos e ele negou. Mas, em conversa com populares, a informação era de que ele estava desde de manhã no local”, relatou o delegado William Testoni, da Delegacia de Pescaria Brava, que atuou na ocorrência.

Segundo Testoni, como não houve indicativo de compra de voto, mas o crime de boca de urna configura infração específica, o homem foi levado para a delegacia para assinar um termo circunstanciado. Esse documento é lavrado pela autoridade policial assim que toma conhecimento da ocorrência de uma infração de menor potencial ofensivo.

ATUALIZAÇÃO: Até às 17h, a informação era de que o caso teria ocorrido na seção eleitoral da Estiva, mas as fontes oficiais reviram o dado e corrigiram o local para a seção de Santiago. A matéria foi atualizada.