Foto: Agora Laguna

Oito baterias usadas para alimentar as antenas das torres de telefonia celular e fixa da operadora Oi foram recuperadas pela polícia, nesta quinta-feira, 19. Os itens tinham sido furtados das estruturas de transmissão da concessionária em Pescaria Brava e Treze de Maio, ambas na Amurel.

As baterias têm cem ampéres e 12 volts e são avaliadas em cerca de R$ 20 mil, juntas. A telefônica usa essas baterias para garantir que o serviço permaneça em funcionamento caso haja queda de energia.

Responsável pela operação que recuperou as baterias, o delegado William Testoni, da delegacia de Pescaria Brava, a prisão aconteceu após informações de que um suspeito iria fazer a entrega das baterias a uma pessoa na cidade vizinha à Laguna. A partir disso, a polícia montou uma ação de observação na região de Laranjeiras, onde há torres de transmissão telefônica e de comunicação (rádio e TV).

Depois de quase duas horas de monitoramento, os policiais civis e militares, que participaram da ocorrência, abordaram um carro Gol, branco, com um casal.

“O homem contou que tinha comprado as baterias pelo valor de R$ 250 cada e em razão de uma possível receptação, a gente o trouxe conduzidos para a delegacia de polícia”, relata Testoni. As baterias teriam sido compradas em Morro da Fumaça, segundo depoimento.

O homem está detido na Unidade Prisional Avançada de Laguna.