Foto: Luis Claudio Abreu/Agora Laguna

O governo do Estado autorizou a volta das visitas presenciais nas unidades prisionais existentes em Santa Catarina a partir de terça-feira, 20, mas no presídio de Laguna o benefício não vai ser liberado imediatamente. A Secretaria de Administração Prisional (SAP) determinou que apenas as unidades com bandeira de classificação amarela (alta) e azul (moderada) e a unidade de Laguna ainda segue no nível vermelho (grave).

A situação das unidades em nível vermelho é avaliada com base na existência de surto de coronavírus na unidade, avaliação de risco por região classificada como grave ou gravíssimo (laranja/vermelho) pelo governo, aumento do número de casos da doença na região onde está a unidade e se o local não possui estrutura física.

Atualmente, na UPA de Laguna há um caso de servidor afastado por contaminação pelo novo coronavírus, conforme boletim de casos ativos (em tratamento) da SAP. Caso a condição da cidade juliana e da região evolua para os níveis alto e moderado, será permitida a cada trinta dias a visita de um familiar por interno. O tempo varia de 30 minutos (nível amarelo) a uma hora (nível azul).

De acordo com a secretaria, o visitante assinará termo autodeclaratório ao entrar na unidade, garantindo que não apresenta sintomas da doença, não faz parte do grupo de risco, além de se comprometer em informar à unidade caso apresente sintomas gripais 14 dias após a visita. Também deverá tomar todas as medidas de segurança como o uso adequado da máscara, não portar objetos ou qualquer item de gênero alimentício e cumprir as regras sanitárias estabelecidas pelos órgãos de saúde pública. O mesmo vale para os internos.

Após o término do período da visita, o local será higienizado de acordo com as normas estabelecidas no Manual de Desinfecção da SAP. As visitas serão agendadas pelo setor social da unidade.