Reprodução/ND+

A região da Amurel permanece como sendo de risco potencial grave para contaminação pelo novo coronavírus, segundo revelou o portal de notícias ND+. O site divulgou o mapa de risco montado pelo governo estadual com a atualização da classificação das regiões, conforme o avanço ou regresso da Covid-19.

As regiões da Foz do Rio Itajaí, Alto Vale do Itajaí, Serra Catarinense e Oeste tiveram o risco de contágio aumentado, pulando de alto para grave. Já o Alto Uruguai e Planalto Norte tiveram regresso e passaram do grave para alto. Há seis semanas, Santa Catarina não tem regiões em estado gravíssimo.

De acordo com a Secretaria estadual de Saúde, o mapa demonstra que, apesar de seis regiões permanecerem em nível grave, há necessidade de aprimorar a investigação de contatos de casos e vigilância ativa por meio de qualificação da realização do inquérito de síndrome gripal na comunidade.

Com a atualização da matriz, cada dimensão deve ser interpretada como um sinal de alerta. O aumento do risco em cada uma delas motiva o aumento do risco da região, e deve ser considerada na priorização da atuação local.