Divulgação

A partir deste sábado, 3, a Itália começa a plantar a Rosa de Anita, em algumas cidades que têm ligação com a trajetória de Anita Garibaldi. A flor é o símbolo mundial das comemorações do bicentenário da lagunense, considerada Heroína dos Dois Mundos.

De acordo com as informações divulgadas pelo Instituto CulturAnita, um dos promotores do projeto, a primeira muda vai ser plantada na cidade de Aprília. Já as seguintes, nas cidades de Riofreddo (dia 4), Montiano (dia 10) e Poggio Torriana (dia 18).

“O plantio da rosa perpetua a figura de Anita, que inspirou a criação da flor, e cada vez mais aproxima Itália e Brasil em torno do bicentenário”, resume do CulturAnita, Léo Felipe Nunes.

A Rosa de Anita foi criada pelo botânico italiano Giulio Pantoli (morto em 2018), que se inspirou na figura de Anita Garibaldi para desenvolver a flor. Os direitos de reprodução pertencem ao CulturAnita (para a América do Sul) e ao Museu Renzi (Europa).

Anteriormente, as cidades catarinenses de Laguna, Tubarão, Imbituba, Garopaba, Curitibanos, Florianópolis, Anita Garibaldi e Lages receberam uma rosa entre agosto de 2019 e fevereiro deste ano.

Bicentenário une quatro países

O projeto prevê a realização de eventos em todas as cidades catarinense, gaúchas, uruguaias, italianas e de San Marino, que têm relação com a trajetória de Anita Garibaldi, a Heroína dos Dois Mundos. Até 2021, a ideia é que sejam realizados eventos comemorando a memória da personagem histórica nascida em 1821. A iniciativa é fruto de um convênio internacional celebrado entre o Museu Renzi e o CulturAnita.