Editoria de Arte/Agora Laguna

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil denunciando uma falsa pesquisa eleitoral que está circulando em grupos de aplicativos de mensagem e redes sociais. O levantamento mostrava o candidato do partido à prefeitura, Mauro Candemil, como líder na corrida pela prefeitura municipal em novembro.

A pesquisa eleitoral falsa começou a circular nesta quinta-feira, 22, e se trata de levantamento irregular por não trazer dados básicos como número de registro na Justiça Eleitoral e informação de quem teria contratado e o instituto responsável por fazer a compilação das estatísticas.

O MDB registrou o boletim pela ausência dos registros da pesquisa e pela divulgação trazer uma foto de Candemil com o vice Marcos Barzan (Leca Barzan) podendo induzir pessoas a acreditaram que o levantamento era feito pelo partido. A coordenação da campanha emitiu nota (veja abaixo).

“Trata-se de pesquisa irregular. Sem o devido registro e requisitos mínimos da legislação eleitoral. Por isso, o BO que está com a assessoria jurídica do partido”, explica o presidente do MDB de Laguna, Antônio dos Reis, ao comentar a situação para a reportagem de Agora Laguna. O partido não descarta ingressar com representação na Justiça Eleitoral, mas para isso tenta localizar a fonte do levantamento.

Uma consulta ao Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirma a irregularidade. Segundo as informações que constam no banco de dados da Corte, não há pesquisa contratada para as cidades de Laguna e Pescaria Brava.

De acordo com o TSE, desde 1º de janeiro todas as pesquisas devem ser cadastradas no PesqEle. Uma pesquisa falsa ou divulgada sem registro pode gerar multa que vai de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

Outra resolução também proíbe a realização e divulgação de enquetes, que são as pesquisas feitas sem metodologia científica, após o início da campanha eleitoral, que ocorreu no final de setembro. Nesses casos, a Justiça Eleitoral pode determinar imediata remoção do conteúdo.

Nota oficial da coordenação da campanha do MDB à prefeitura

Neste dia 22/10/2020 a coordenação da campanha do candidato a Prefeito de Laguna, Mauro Candemil, foi surpreendida com a divulgação, por meio do aplicativo whatsapp, de uma pesquisa irregular que o aponta como líder nas intenções de voto, porém, sem qualquer registro junto ao TRE/SC ou atendimento aos requisitos mínimos exigidos pela legislação eleitoral.

Na publicidade aparece em destaque arte de divulgação da campanha com foto dos candidatos a prefeito e vice-prefeito, Mauro Candemil e Leca Barzan, respectivamente.

No entanto, visando demonstrar sua boa-fé e lealdade à lisura da disputa eleitoral, a coordenação vem a público esclarecer que tal pesquisa não partiu de suas candidaturas ou partido e não tem conhecimento da sua origem. Portanto, independente da procedência e intenção de quem a criou e está promovendo sua divulgação, o MDB de Laguna informa que já registrou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil de Santa Catarina requerendo que os fatos sejam apurados a fundo, com a devida punição dos responsáveis.

O respeito com o eleitor e a lealdade com os adversários são valores que devem ser preservados, em nome de um exercício democrático pleno e no melhor interesse da população.

Coordenação da Campanha MDB Laguna – Mauro Candemil Prefeito, Leca Barzan Vice.