Foto: Karine Bittencourt KaBitt/Pixabay

Nossa Senhora Aparecida tem sua data litúrgica celebrada em 12 de outubro e por isso, na próxima segunda-feira, será feriado nacional. Considerada padroeira do Brasil, a santa é celebrada por todo país e não será diferente em Laguna e Pescaria Brava. Nas duas cidades, três comunidades: Canto da Lagoa, Bananal e Varginha tem a protetora nacional como padroeira.

A devoção à santa protetora vem do século 18. Os fiéis buscam em Nossa Senhora socorro nos momentos de aflição. A imagem da padroeira se tornou conhecida por ter sido encontrada por pescadores, em 1717, no rio Paraíba do Sul, em São Paulo.

Em Laguna, as igrejas da Paróquia Santo Antônio dos Anjos preparam missas às 8h (Caputera, com carreata vinda de Perrixil) e Portinho (com carreata vindo da Cohab e Barbacena), às 9h15 (Praia do Sol, com carreata vindo do Estreito e Nova Fazenda) e Barranceira (com carreata vindo de Bentos e Jardim Juliana) e às 19h, na Matriz e no bairro Progresso (carreata vindo do Mar Grosso).

Na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes ocorre missa festiva às 10h, na comunidade do Canto da Lagoa, e às 16h, na igreja matriz do Magalhães. Na paróquia São Pedro Apóstolo, a programação começa cedo com missa às 9h (Varginha, Pescaria Brava) e 10h30 (Bananal). Na igreja matriz de Cabeçuda a celebração principal é às 19h.

Entre as comunidades de Barreiros e Santiago, vai ocorrer uma procissão motorizada a partir das 15h. Já no Distrito de Ribeirão Pequeno, de forma mais reduzida, a imagem da padroeira da comunidade de Bananal vai circular pelas demais localidades da região.