Mauro Candemil e Marcos Barzan em gravação de vídeo para a campanha – Divulgação/Agora Laguna

Após quase duas semanas desde o anúncio da renúncia do vereador Thiago Alcides Duarte à vaga de vice-prefeito, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) conseguiu oficializar a mudança no nome do companheiro de chapa do atual prefeito Mauro Candemil, que disputará a reeleição em Laguna ao lado do economista Marcos Aurélio Barzan. A juíza eleitoral Elaine Cristina decidiu homologar a renúncia na tarde deste sábado, 10.

Duarte deixou a chapa emedebista cerca de cinco dias após ter sido detido pela Operação Seival II, sendo levado para a sede da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Florianópolis. O pedido foi apresentado no dia 30 de setembro à Justiça Eleitoral, mas o documento foi desqualificado por não ter sido assinado com firma reconhecida.

O MDB correu contra o tempo e tinha até a última quinta-feira para conseguir que o vereador assinasse um novo termo de renúncia e que o reconhecimento fosse feito. O documento foi obtido e enviado digitalmente para o Cartório Eleitoral da cidade, sendo considerado sem nenhum impedimento nem pela Justiça nem pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Barzan, que vai usar o nome de urna como Leca, já figura ao lado de Candemil nas postagens da rede social e em materiais de campanha impressos há uma semana. A coligação adversária Laguna pode mais (PSL/PSDB/PSD/PRTB) representou contra a dupla pela propaganda já que até quinta-feira, ainda não havia o registro de Barzan para a disputa.  O pedido foi indeferido pela Justiça Eleitoral que considerou o fato de o MDB já ter iniciado o processo de homologação do nome, e que estava parado aguardando apenas a renúncia ser reconhecida.