Deyvisonn de Souza (MDB): ‘As urnas vão mostrar se estou certo ou errado’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 316 visualizações,  4 views today

Concorrendo à reeleição, Deyvisonn da Silva de Souza, da coligação Pescaria Brava continuando a crescer (MDB/PP), foi o primeiro entrevistado do programa Senadinho da Difusora, com os candidatos do mais jovem município da Amurel. A atração foi ao ar pela Rádio Difusora de Laguna na noite de sexta-feira, 2, com retransmissão online pelo Portal Agora Laguna.

O emedebista, que disputa pela terceira vez a prefeitura da cidade, afirmou que assumiu a gestão municipal com um déficit de pouco mais de R$ 3 milhões e arrecadação baixa. “Se eu fosse trabalhar com esses números que já eu poderia devolver à Laguna”, afirmou. “Hoje a dívida beira a casa de uns R$ 800 mil e até o final do exercício está programado o pagamento”, assegurou.

Souza manteve do começo ao fim do programa um tom afiado e direto para responder aos questionamentos. “Alguns vereadores, é bom que se diga, atrapalharam o andamento de várias obras [na cidade]”, disparou, ao ser questionado, sobre entraves na revitalização do Centro. “Pena que não tenha comício para fazer um relato de tudo que aconteceu nesses quatro anos […] De forma transparente, se qualquer vereador quiser vir para o debate, estou à disposição”, desafiou e emendou: “As urnas vão mostrar se estou certo ou errado”.

Questionado a respeito do Plano Diretor (PD), que a cidade tem de elaborar em virtude um ajustamento de conduta proposto pelo Ministério Público (MP), o prefeito-candidato adiantou que o documento está em fase final de elaboração do código de posturas e do código de obras. O PD normatiza a forma como a cidade deve se desenvolver, estabelecendo áreas e definindo que tipo de atividade ali pode ser realizada.

Souza também afirmou que no próximo governo, caso seja reeleito, não deve alterar a quantidade de secretarias existentes e muito menos trocar o secretariado, que hoje gere as pastas auxiliares da administração municipal. “Em time que está ganhando não se mexe”, citou o prefeito, recorrendo à uma clássica frase de efeito. Perguntado sobre a inclusão do nome na lista dos gestores com contas rejeitas, garantiu estar tranquilo, mantendo a versão de que a sessão da Câmara que rejeitou as contas foi nula.

O emedebista também esclareceu polêmicas recentes levantadas na cidade, como os pontos de ônibus de ferro que não teriam sido pagos. “Não concordamos da forma que foi feita a execução, rompemos o contrato e não pagamos. Vamos relicitar pois não ficou dentro daquilo que tínhamos contratado”, justificou. E respondeu, ainda, sobre uma médica que teria sido contratada sem cumprir a carga horária na cidade. “Ela é daqui de Tubarão, era médica-auditora por um curto período e acabou indo [para o Rio de Janeiro] por alguma especialização, pediu demissão”, assegurou, indicando que a denúncia é originada na oposição.

Deyvisonn da Silva de Souza tem como candidato a vice, o pecuarista Lourival de Oliveira Izidoro (Loro), do Progressistas. Essa é a quinta eleição que ele disputa – a terceira no município bravense. Anteriormente, foi subprefeito em Pescaria Brava (quando distrito lagunense) e vereador em Laguna por dois mandatos, chegando a ser presidente da Câmara.

Senadinho da Difusora

Senadinho da Difusora fez seu retorno oficial nesta semana com enfoque nas eleições municipais de novembro. Na próxima semana, o programa entrevista o candidato a prefeito de Laguna, Evandro Farias (PL), na segunda-feira (5). E na sexta-feira, o candidato a prefeito de Pescaria Brava, Everaldo dos Santos (PDT).

Notícias relacionadas