Tradição de Cosme e Damião, entrega de balas continua mantida

Cena já se tornou conhecida na cidade, com as crianças indo de bairro em bairro para ganhar os saquinhos com os doces.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,424 visualizações,  16 views today

Todos os anos, no dia 27 de setembro, umbandistas, praticantes da cultura afro, simpatizantes e devotos de São Cosme e Damião promovem a distribuição de saquinhos de balas, doces e outros quitutes para crianças. A tradição vai seguir em 2020, mas com adequações à nova realidade devido à pandemia do coronavírus.

A cena já se tornou conhecida na cidade, com as crianças indo de bairro em bairro para ganhar os saquinhos com os doces. “Esse ano, se ajustando ao novo normal, faremos a entrega de balas e manteremos todos os protocolos exigidos. O uso de máscara e distanciamento entre as pessoas será fundamental. A tradição será mantida”, garante o babalorixá Pai Fabrício, dirigente do Abassá de Iansã.

Para Fabrício, a tradição é um símbolo da cidade e ele ressalta que não é necessário ser seguidor dos cultos afro. “Basta ser devoto de São Cosme e São Damião para montar os saquinhos com guloseimas e entregar as crianças”, diz. “A entrega é feita com muito amor e carinho. É um momento de muita luz e esperança”, comenta.

Além dos doces, também acontece distribuição de sopa e outros alimentos em algumas centros de tradições afro-religiosas, mas este ano será diferente. “Devido à pandemia, faremos diferente. Iremos nas comunidades distribuir marmitas e balas”, diz Mãe Zilair, do Centro Rainha do Mar.

“Também faremos as 19h uma carreata com a imagem de São Cosme e São Damião pelos bairros da cidade para que os santos gêmeos abençoem a todos e traga a cura e o fim da pandemia”, antecipa o Pai Ney, das Águas de Oxum.

Cosme e Damião

Irmãos gêmeos, São Cosme e São Damião teriam sido médicos e conquistaram a santidade pelo fato de não terem cobrado para exercer a medicina em vida, por devoção à fé. Os dois morreram por volta do ano de 300 d.C.

Os dois são celebrados pela Igreja Católica em 27 de setembro, pela Igreja Ortodoxa em 1º de julho, e também nas religiões afro-brasileiras, onde são sincretizados como entidades infantis, igualmente lembrados em 27 de setembro.

Em Laguna

A distribuição de balas, doces, e quitutes às crianças ocorrer com observação às normas sanitárias entre sábado, 26, e domingo, 27:

  • Centro de Umbanda Rainha do Mar – distribuição no dia 27, ao meio-dia, em comunidades carentes da cidade.
  • Abassá de Iansã – distribuição no dia 27, a partir das 15h, na região do Morro da Glória.
  • Tenda Espírita Cavaleiros de São Jorge – entrega de kits de alimentos, no dia 26, a partir das 10h, na Flora Mundo Místico (em frente à Casan). Se houver sobra, não está descartada a distribuição em comunidades carentes.
  • Tenda de Umbanda Raios de Iansã – distribuição no dia 27, a partir das 14h, na região do bairro Progresso.
  • Tenda Águas de Oxum – distribuição no dia 27, entre 16h30 e 17h30, na região do bairro Progresso.
  • Tenda Ogum Beira Mar – distribuição no dia 27, a partir das 16h, na região do ‘Morro do Peralta’.
  • Fraternidade Espírita Tio Sabino da Bahia e Vovó Catharina – promove mesa de inocentes pedindo a Cosme e Damião a cura dos males e saúde a todos.

Notícias relacionadas

Previous
Next