Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Após lançar ‘Poesias de Vento Sul’, o lagunense Guilherme Preuss, 23, começou uma campanha de financiamento online para possibilitar a edição de mais um livro. Voltado ao público infantil, com várias ilustrações, a obra ‘João Caiçara e o Boto Toquinho’ pretende mostrar em linguagem simples a tradição da pesca e a interação do pescador com o boto.

“Acho que o financiamento coletivo é uma boa oportunidade de conseguir levar essa nossa ideia pra frente, com a ajuda da população. Através da Editora Sambaqui, a gente quer poder colocar o boto pescador em pauta, e incentivar a leitura e a cultura local, como um conto que é nosso”, descreve Preuss, que gravou um vídeo falando do assunto (veja ao fim do texto).

A meta é arrecadar R$ 7 mil até outubro, através da plataforma online Benfeitoria. Até a publicação da matéria, apenas 8% tinha sido levantado (R$ 600). Caso a meta não seja alcançada, o valor obtido será devolvido aos apoiadores. Quem contribui com a iniciativa, pode receber algumas “recompensas” pela ajuda. Para acessar a vaquinha, clique aqui.

Segundo o autor, o livro tem caráter social de promover a educação ambiental. “É sobre o boto-pescador e um menino que aprende a pescar. Ele fala sobre a rede atravessada no rio, como pode ser prejudicial”, antecipa. “Vai mostrar o boto pescador que já virou notícia no mundo inteiro, os locais de atuação dessa espécie são pontos procurados por jornalistas e pesquisadores de todo o planeta. Porém, infelizmente, muitas crianças e adultos da região de Laguna, não conhecem essa rara espécie”.

Além das ilustrações, a obra deve trazer uma colaboração do biólogo e presidente do Instituto Boto Flipper, Arnaldo Russo, diretor da editora, que deve assinar a introdução do livro trazendo informações mais técnicas da espécie.