Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Doze mandados de prisão preventiva foram cumpridos por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) na segunda-feira, 31, durante a operação ‘Chacau’. Mais cinco ordens judiciais de busca e apreensão expedidas pela Justiça de Imbituba também foram cumpridas.

A operação é resultado de uma investigação começada em março para desarticular parte de uma organização criminosa estadual, responsável por executar crimes em Imbituba, Laguna e Paulo Lopes. As práticas criminosas incluem tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma de fogo, e três homicídios – o duplo homicídio na Praia do Sol, em Laguna (março), e outro em Imbituba, ocorrido em fevereiro.

“Espera-se, com isso, sejam reduzidos os crimes contra a vida praticados nesses municípios, muitos deles envolvendo integrantes dessas Organizações ou disputas territoriais entre elas promovidas”, frisa Bruno Fernandes, delegado da DIC Laguna.

A operação envolveu policiais de Imbituba, Orleans, Araranguá e a DIC de Joaçaba. As ações foram concluídas nesta terça-feira, 1º, já que muitos investigados já se encontravam foragidos. Os mandados foram cumpridos em Imbituba, Orleans, Capinzal e Araranguá.

Segundo a DIC Laguna, dos doze representados, dez já estavam presos, incluindo os envolvidos no homicídio na Praia do Sol. A operação contou com trocas de informações com a Agência de Inteligência da Polícia Militar de Imbituba, que também auxiliou no levantamento e identificação de alguns integrantes da organização.