Divulgação

Em nova atualização nesta quarta-feira, 16, o nível de risco potencial da Covid-19 na Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) retornou ao patamar grave depois de subir para gravíssimo na última divulgação da semana passada.

A classificação é feita pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) do governo estadual e tem como objetivo orientar a regionalização e descentralização das ações relacionadas à contenção da pandemia em Santa Catarina.

As informações são do Noticom. Apenas a região Nordeste do Estado aparece em nível gravíssimo.

As classificações são definidas a partir da combinação de oito indicadores em quatro dimensões de prioridade de atuação local, que são isolamento social investigação, testagem e isolamento de casos, reorganização de fluxos assistenciais e ampliação de leitos. As cores que representam o grau de preocupação são: gravíssimo (vermelho), grave (laranja), (amarelo) e moderado (azul).

Conforme o Risco Potencial para saúde de cada Região de Saúde, um conjunto de medidas é apresentado ao final. Por exemplo, nos níveis grave e gravíssimo, ficam suspensos shows, cinemas, teatros e outras atividades de lazer.

O monitoramento é semanal, e a divulgação da classificação das regiões ocorre às quartas-feiras.

Números da Amurel em 15 de setembro

Retomada de eventos

Segundo a coluna de Estela Benetti, da NSC, o governo estadual deve divulgar ainda essa semana as normas de segurança visando a retomada dos eventos em Santa Catarina. O setor que está parado desde o início da pandemia deve seguir regras para a volta dos trabalhos, dependendo do nível de risco de cada região.

As medidas foram adotadas em conjuntos pela Secretaria de Estado da Saúde, Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur) e entidades que representam o trade turístico.

Em SC

O Governo do Estado relatou que há 200.241 pacientes com teste positivo para Covid-19, sendo que 190.253 estão recuperados e 7.419 continuam em acompanhamento. O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 15. Até esta data, 2.569 mortes foram causadas pelo coronavírus. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,28%.

Todos os 295 municípios catarinenses já confirmaram ao menos um caso e 219 deles têm registros de óbitos. O local com a maior quantidade de pessoas que já contraíram Covid-19 é Joinville, com 19.942 casos. Na sequência, aparecem Florianópolis (12.195), Blumenau (11.205), Itajaí (7.091), Balneário Camboriú (6.988), São José (6.637), Criciúma (6.482), Chapecó (6.328), Palhoça (5.665) e Brusque (5.367).

Dos 1.552 leitos de UTI existentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, há 972 ocupados, sendo 346 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A ocupação é de 62,6% e há 580 leitos vagos atualmente.