Foto: Elvis Palma / Agora Laguna

O governo federal autorizou a cessão gratuita de uso de um imóvel e um terreno pertencentes ao patrimônio da União para a prefeitura de Laguna. O termo que oficializa o repasse foi publicado pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU) no Diário Oficial (DOU), desta sexta-feira, 14.

O terreno cedido é localizado na região entre a Capitania dos Portos e a sede do extinto Arroz Zilmar (referências), à margem da lagoa Santo Antônio dos Anjos, no Centro Histórico. A ideia expressa no DOU é que seja construído uma praça com contemplação da lagoa, além de prever estacionamento para ônibus de turismo.

O projeto foi confirmado ao Portal Agora Laguna pelo prefeito Mauro Candemil (MDB). “Tínhamos que dar um destino ao processo que encaminhamos e foi aprovado para a construção de um parque que nós estamos chamando de Parque da Âncora, um nome que foi dado devido meses atrás terem conseguido tirar do fundo da lagoa uma âncora que pretendemos deixar em exposição mais adequada”, comenta.

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

De acordo com Candemil, uma outra área ao lado do colégio Stella Maris também cedida ao município deverá ser usada para a implantação do projeto Navegar, além de em parceira com o Corpo de Bombeiros, ser construído um pavilhão náutico para abrigar equipamentos e a lancha adquirida pela corporação.

“Primeiro o projeto. Com ele temos que precificar. Aí vamos atrás de recursos federais, estaduais, programas de governos, emendas, e, sempre, por último com recursos próprios”, finaliza Candemil.

No final de 2018 foi assinado um contrato de cessão de uso gratuito, de uma área de 7.405, 61 metros quadrados, situada ao lado da rodoviária, hoje sendo usada como estacionamento – a ideia da prefeitura era erguer um paço municipal ali, mas a Justiça barrou a licitação.