Divulgação/Coes/SC

Se mantém em nível grave a Avaliação do Risco Potencial para Covid-19, feita pelo governo de Santa Catarina na região de Laguna, segundo o relatório divulgado nesta quarta-feira, 26.

A avaliação visa orientar a regionalização e descentralização das ações relacionadas à contenção da pandemia em Santa Catarina, de acordo com o governo. Na última divulgação na semana passada, a Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) deixou o nível de risco gravíssimo, passando para grave.

Leia também: Novo decreto prorroga medidas, mas altera restrições em Laguna

As classificações são definidas a partir da combinação de oito indicadores em quatro dimensões de prioridade de atuação local, que são isolamento social investigação, testagem e isolamento de casos, reorganização de fluxos assistenciais e ampliação de leitos. As cores que representam o grau de preocupação são: gravíssimo (vermelho), grave (laranja), (amarelo) e moderado (azul).

Atualmente as regiões que estão em nível potencial gravíssimo: Alto Vale do Itajaí, Carbonífera, Extremo Sul, Meio Oeste e Nordeste.

Nível potencial grave: Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Rio do Peixe, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Amurel, Médio Vale do Itajaí, Oeste, Extremo Oeste, Planalto Norte, Serra e Xanxerê.

Conforme o Risco Potencial para saúde de cada região, um conjunto de medidas é apresentado ao final. O monitoramento é semanal, e a divulgação da classificação das regiões ocorre às quartas-feiras.

Até esta quarta-feira, a Amurel tinha registrado o total de 144 óbitos em decorrência da doença. Tubarão é a cidade com mais mortes, 63 no total, seguida de Braço do Norte com 13, Imbituba, Capivari de Baixo e Laguna tem nove cada, Gravatal tem seis,  Armazém e São Ludgero cinco cada,  Pedras Grandes e Jaguaruna quatro cada, São Martinho, Pescaria Brava, Imaruí e Rio Fortuna três cada, Sangão e Grão-Pará tem dois óbitos cada e Santa Rosa de Lima um registro.

Em SC

Santa Catarina chegou a 137.560 pacientes com teste positivo para Covid-19. Desses, 127.269 são considerados recuperados e 8.149 continuam em acompanhamento. O número foi divulgado nesta quarta-feira, 26. Desde o início da pandemia, 2.142 mortes foram causadas pelo novo coronavírus. A taxa de letalidade atual é de 1,56%.

Confira aqui o boletim diário desta quarta-feira, 26

Casos de infecção pelo novo coronavírus já foram confirmados em todos os 295 municípios de Santa Catarina e 203 têm registro de ao menos um óbito. O local com a maior quantidade de casos é Joinville, que soma 11.754 casos, seguida por Blumenau (8.162), Balneário Camboriú (5.564), Florianópolis (5.335), Chapecó (5.042), Itajaí (4.890), Criciúma (4.575), Brusque (4.053), São José (3.788) e Palhoça (3.784).

Atualmente, há 1.489 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.069 estão ocupados, sendo 455 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A taxa de ocupação geral é de 71,8% e há 420 leitos vagos atualmente.