Foto: Maria Godfrida/Pixabay

Um projeto desenvolvido desde o começo do mês pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) no estado quer incentivar a doação de materiais para produção de peças de lã, que serão doadas para instituições sociais e comunidades. ‘Arte de Doar’ será realizado por meio de uma rede colaborativa que promove a cooperação entre doadores de materiais, os participantes voluntários, o Sesc e população beneficiada.

A ideia é produzir peças, como toucas, meias e cachecóis, para uso das pessoas que mais necessitam. O projeto acontece em 14 cidades: Blumenau, Brusque, Caçador, Concórdia, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, São Joaquim, Urubici e Xanxerê.

Segundo o Sesc, o projeto surgiu com intenção de ajudar a diminuir os efeitos negativos da crise gerada pela pandemia da Covid-19 e que podem se agravar com o início do inverno, que atinge com maior intensidade as pessoas com a saúde mais debilitada e de comunidades em vulnerabilidade socioeconômica. Neste momento, juntamente com os cuidados com a saúde, também se faz urgente as estratégias de fortalecimento e suporte a essas comunidades, que se encontram em grupos de risco e maior exposição.

Como ajudar

O ‘Arte de Doar’ vai ser desenvolvida por meio de uma rede colaborativa, visando desenvolver a cooperação entre doadores de materiais e os participantes voluntários cadastrados, com finalidade de produção e distribuição de toucas, meias, cachecóis e mantas de lã para pessoas que mais necessitam.

Podem contribuir pessoas físicas ou empresas. Os interessados devem fazer contato com a unidade do Sesc da sua região, para agendar a entrega e a instituição vai até o local receber o material.

Os materiais solicitados são:

  • novelos de lã
  • linhas
  • agulhas de tricô

O Sesc solicita que as doações sejam higienizadas e embaladas para evitar disseminação do novo coronavírus.

Voluntários

Interessados em participar como voluntários na confecção das peças de lã devem se cadastrar neste link (clique aqui) ou entrar em contato com o Sesc local. Essas pessoas receberão em casa os materiais para a produção das peças, que serão arrecadados de empresas parceiras e demais doadores.

A própria instituição irá recolher as peças produzidas com os voluntários para organizar as entregas nas instituições sociais e comunidades identificadas em cada cidade realizadora, sendo estas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.