Foto: Muriel Ricardo Albonico/DNIT/ESGA

Os planos da CCR ViaCosteira para as cidades da região de Laguna foram detalhados nesta quinta-feira, 27, em reunião virtual entre a diretoria da empresa e os prefeitos dos municípios. A companhia assumiu a concessão da rodovia BR-101 no começo deste mês, entre Palhoça e Passo de Torres.

Dos 18 municípios que compõem a Amurel, oito são cortados pela rodovia – uma das cidades, Tubarão, foi escolhida para sediar a CCR. Segundo a empresa, foram detalhados na reunião os próximos serviços e obras já programados, principalmente para este primeiro ano de concessão.

“Serão mais de 7 bilhões em investimentos, geração de cerca de mais de 3 mil empregos diretos e indiretos e tudo isso porque acreditamos em Santa Catarina. É muito importante para a empresa termos um estado tão desenvolvido em nosso portfólio. Serão 30 anos de trabalho continuo de manutenção e melhorias para que os moradores e todos os que transitarem nessa região, tenham uma rodovia confortável e segura”, informou Fausto Camilotti, diretor-presidente da empresa.

A CCR prevê para a região a geração de empregos diretos e indiretos priorizando a mão de obra local, repasse de ISS proporcional referente aos serviços de conserva, obras e melhorias, e a arrecadação das praças de pedágio.

A empresa já faz, desde 7 de agosto, os trabalhos iniciais de recuperação do pavimento e conservação da rodovia por meio da troca do asfalto, revitalização das sinalizações horizontal e vertical, roçada e limpeza da via, entre outros. Para essa frente, foram gerados 350 empregos iniciais.