Divulgação / Agora Laguna

Mesmo em período de quarentena que restringe várias atividades, entre elas a permanência em praias e festas que gerem aglomerações, Laguna registrou neste final de semana alguns eventos, como nas Praias do Sol, Ipuã e Gi.

E para piorar, um cenário ainda mais revoltante e rotineiro: o lixo deixado pelos jovens nos locais após as festas. Vários registros fotográficos e vídeos foram encaminhados à reportagem do Portal Agora Laguna, com plásticos e garrafas de bebidas alcoólicas espalhadas pela faixa de areia.

Que triste as pessoas não dão valor as coisas boas e maravilhosas que temos. Tão fácil pega o próprio lixo é descartar em uma lixeira”, disse uma das internautas.

O atual decreto municipal que segue vigorando, diz que “fica suspensa a permanência e a concentração de pessoas em espaços públicos e de uso coletivo, como parques, praças e praias, além de proibidas as atividades esportivas aquáticas de qualquer natureza, bem como a concentração de pessoas nas faixas de areia e em torno dos rios, lagoas e praias, ressalvada a prática da pesca profissional”.

Neste sábado, 1°, uma viatura da Guarda Municipal esteve percorrendo algumas praias e solicitando que as pessoas que estavam no local retornassem para casa.

Além disso, a realização de festas em residências também está proibida, mas não foi o que se viu em Laguna. Em um dos casos registrados na rua Jornalista Antônio Bessa, bairro Mar Grosso, uma festa era realizada em um condomínio. Vídeos flagraram som alto e gritaria em um dos apartamentos. Uma viatura da Polícia Militar (PM) chegou a ser acionada, por volta das 22h, mas bastou os policiais saírem do prédio cerca de uma hora e meia depois e o som recomeçar.

O atual decreto segue vigorando até o próximo dia 7 de agosto, quando o Comitê Extraordinário Regional (CER), da Amurel deve voltar a se reunir para decidir as novas medidas que devem ser adotadas pelos 18 municípios da região.

Divulgação / Agora Laguna