Geração de empregos continua com saldo positivo, diz Caged

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 220 visualizações,  4 views today

Divulgados na última sexta-feira, 21, os números de julho do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que Laguna e Pescaria Brava mantiveram o saldo positivo na geração de empregos. Os números, que consideram apenas os trabalhadores de carteira assinada, foram divulgados nesta terça-feira, 28, pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

Laguna demitiu 137 pessoas, mas contratou 172, o que representa saldo de 35 contratações a mais que demissões. Os números da geração de empregos nos primeiros meses do ano têm sido afetados pela pandemia do novo coronavírus e desde junho, a cidade vem registrando saldo positivo. Janeiro foi o primeiro mês com esse saldo (109 contratações)

No acumulado geral do ano, a cidade também fica com saldo negativo. Apesar de contratar 1.409 pessoas, demitiu 1.551 – ficando com 142 vagas geradas a menos. Atualmente, em Laguna, há mais de 5,4 mil empregados com carteira assinada.

Na série histórica de dados do Caged desde novembro de 2006, entre 2007 e 2010, 2012 e 2014 e após 2018, Laguna teve saldo positivo nesse mês. Em 2011, 2015 e 2016, os números apontaram para a negatividade e em 2017, a cidade demitiu a mesma quantidade de pessoas que contratou, ficando com saldo nulo.

Saldo positivo em Pescaria Brava

A cidade registrou a admissão de 19 pessoas e a demissão de 10, gerando saldo positivo ajustado de nove contrações. O município teve saldo negativo em março (seis vagas a menos) e maio (três), e positivo nos meses de janeiro (11 postos de trabalho a mais), fevereiro (1), abril (8) e junho (6).

Já no acumulado do ano, o jovem município aparece como tendo gerado 137 postos e desligado 114 trabalhadores, ficando com saldo positivo de 23 vagas. O Caged mapeia quase 400 empregados com carteira assinada na cidade.

Geração de empregos em junho na Amurel

No último mês, cidades da Amurel continuaram mostrando fôlego na geração de empregos. No Vale, Braço do Norte teve o melhor desempenho regional com a criação de 145 novos postos de trabalho e Capivari de Baixo, com 58. Maior município da Amurel, Tubarão manteve o saldo negativo com 80 vagas a menos e Imbituba registrou 16 postos a menos.

Ainda segundo Caged, estes são os dados das demais cidades da região: Armazém (-1), Grão-Pará (6), Gravatal (1), Imaruí (-5), Jaguaruna (-21), Pedras Grandes (41), Rio Fortuna (5), Sangão (46), São Ludgero (20), São Martinho (-10), Santa Rosa de Lima (-2) e Treze de Maio (26)

Já em Santa Catarina, foram 10,4 mil contratações a mais do que demissões em julho. Os dados nacionais mostram que foram abertos mais de 131 mil postos de trabalho no mês passado.