Divulgação/Comunicação CCR ViaCosteira

Os trabalhos de iniciais de manutenção da rodovia BR-101, entre Palhoça e Passo de Torres, que passou a ser administrada pela CCR ViaCosteira na última sexta-feira, 7, foram iniciados. A empresa concentra as atividades iniciais na recuperação do pavimento, sinalização horizontal e vertical, revitalização de obras de arte e sistemas de drenagem, roçada e coleta de lixo.

De acordo com a concessionária, a ideia é focar na reparação dos segmentos mais danificados a fim de propiciar melhores condições de segurança e conforto aos usuários, por meio de reparos localizados no pavimento, revitalização da sinalização vertical e horizontal com substituição e implantação de placas, pórticos e novas pinturas, bem como roçadas, coleta de lixo e podas de árvores, que também já estão acontecendo.

Como parte do contrato de concessão, os trabalhos de conservação e manutenção do trecho concedido serão feitos de forma permanente. Os túneis Morro Agudo (km 257) e Morro do Formigão (km 338), já tiveram a sua operação iniciada com monitoramento 24h e suporte ao usuário.

As frentes de trabalho iniciais, segundo a CCR, representaram a contratação de 350 pessoas. As vagas foram preenchidas com mão de obra local, valorizando a região de atuação da empresa. Outros postos de trabalho serão gerados ainda neste semestre.

Estrutura operacional

A ViaCosteira prevê que a partir do sexto mês de concessão (fevereiro de 2021), os contarão com toda a estrutura operacional e de atendimento com a prestação dos serviços médico, mecânico e inspeção permanente de tráfego, além de seis bases de atendimento e 17 veículos operacionais (seis ambulâncias, cinco guinchos e seis viaturas de inspeção).

No mesmo prazo, serão disponibilizados os canais de comunicação, como: telefone 0800 para informações e emergências, site institucional, aplicativo, e painéis de mensagens variáveis móveis, com dados da rodovia. Mas, desde já, os usuários podem entrar em contato com a empresa por meio da Ouvidoria ([email protected]) para informações gerais sobre a concessionária.

Já os pedágios devem ser concluídos até agosto de 2021, mas o início de cobrança acontecerá somente após a conclusão de todos os trabalhos iniciais previstos em contrato.

Divulgação/Comunicação CCR ViaCosteira