Reprodução

Se em tempos de pandemia de coronavírus, a solidariedade fala mais alto; após um vendaval, também. Foi assim com Ruth Tomé. Moradora do bairro Portinho, ela teve parte da casa destruída durante a passagem do ciclone extratropical na última terça-feira, 30, que deixou rastro de destruição em todas as regiões catarinenses.

Ruth expôs nas redes sociais que precisava de ajuda e teve, prontamente, parte de seu pedido atendido por um grupo de pessoas solidárias, composto pelo empresário Marco Antônio de Souza João, o popular ‘Chorão’, e mais alguns amigos que sempre o apoiam em situações como essa. Eles doaram telhas para reconstruir o telhado.

“Agradeço a quem tem me ajudado, que Deus dê em dobro e ilumine os caminhos por tudo que eles têm feito”, diz a senhora. Porém, ainda são aceitas doações.

Foto: Agora Laguna

Outros itens ainda são necessários para os reparos necessários em sua casa após o temporal: cumeeira, caibros, longarina e cimento. Informações de como ajudar pelo telefone: (48) 99608-0304.