Pescaria Brava registra primeira morte por coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 296 visualizações,  4 views today

A 16ª morte da região por coronavírus da Amurel foi registrada na manhã desta sexta-feira, 3, no município de Pescaria Brava. A vítima é um homem, morador de Taquaraçú. A informação foi confirmada ao Portal Agora Laguna pelo secretário municipal de Saúde, Henrique de Souza.

O paciente tinha 78 anos e estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, desde a última segunda-feira, 29 de junho. Por volta das 11h, a prefeitura emitiu nota oficial (veja abaixo) e informou que o homem era cardiopata e sofria de hipertensão.

Até esta quinta-feira, 2, a cidade contabiliza 39 casos confirmados de Covid-19. No município, 20 destes pacientes já estão recuperados. Também há 47 pessoas em monitoramento no isolamento. Foram descartados 92 casos após monitoramento e 125 moradores tiveram resultado negativo para a doença.

No momento, há três casos suspeitos aguardando os resultados dos exames feitos pelo Laboratório Central de Santa Catarina (Lacen) – um deles internado no Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos de Laguna e um no Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão, ambos em enfermaria. Ainda há dois pacientes internados em UTI na casa hospitalar.

Também nesta quinta-feira, a prefeitura de São Ludgero confirmou o segundo óbito no município em decorrência da doença. As outras mortes na região foram registradas nas cidades de Braço do Norte (3), Laguna (1), Grão-Pará (1), Gravatal (2), Pedras Grandes (1), São Ludgero (2) e Tubarão (5).

Leia nota da prefeitura de Pescaria Brava

A prefeitura de Pescaria Brava e o Fundo Municipal de Saúde informam o primeiro óbito causado por coronavírus no município. O morador da comunidade de Taquaruçu tinha 78 anos e possuía comorbidades, era cardiopata e hipertenso. Ele estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição desde 29/06.

Nossos sentimentos aos familiares e amigos.

Pedimos que a população continue a seguir os decretos e protocolos de segurança, como a utilização de máscaras e evitar aglomerações.


Atualizado às 11h, com novas informações.