Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Os prefeitos dos 18 municípios que compõem a região de Laguna (Amurel) voltaram a se reunir na noite desta quarta-feira, 22, para avaliar a quarentena aplicada nas cidades e também tomar novas decisões em conjunto. O principal encaminhamento do encontro foi para enviar ao comitê de acompanhamento do coronavírus na região um pedido para que as restrições sejam afrouxadas. A Amurel teve sua condição de incidência baixada de gravíssima para grave.

A reunião foi extensa e praticamente voltada à discussão sobre a flexibilização do comércio de rua, cultos e dos restaurantes, bares e similares. Vários prefeitos defendem uma normativa mais leve em relação à primeira que deixou em atividades apenas serviços essenciais à população, como saúde, abastecimento e segurança pública.

“Nós estamos encaminhando aos nosso representante no comitê, que dá a regra final [sobre o assunto] e que os procuradores entrem como a mais devida, um pedido de flexibilização a fim de que possamos ter um novo regramento. Acho que vamos ter sucesso, embora, em primeiro lugar esteja a proteção da vida das pessoas”, disse o prefeito de Laguna, Mauro Candemil (MDB).

O comitê irá se reunir na manhã de quinta-feira, 23, para debater a situação do coronavírus e o pedido feito pelos chefes de Executivo. O prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Junior (PSB), que é médico, irá representar os municípios no encontro do colegiado.

“A defesa dos prefeitos é que voltemos àquele ponto [antes da condição gravíssima], com exceção do transporte coletivo”, acrescenta Rosenvaldo. Dependendo do encaminhamento, há possibilidade de um novo decreto ainda na noite do mesmo dia, já que a quarentena encerra na sexta-feira, 24.