Foto: Agora Laguna

Ter uma rua calçada é sinônimo de organização, além de valorizar o imóvel e evitar a lama e a poeira. Mas para alguns moradores da rua José Costa Pereira, no bairro Portinho, virou motivo para transtornos e reclamações.

A reportagem do Portal Agora Laguna recebeu denúncias de que as lajotas usadas para calçar a via estão sendo furtadas, devido a demora na conclusão das obras.

“Há uns três meses teve uma empresa visitando as casas e fazendo proposta para quem quisesse calçar e nós aceitamos. Na outra semana já enviaram as lajotas e o meio fio. A mão de obra seria da prefeitura”, afirma uma moradora, em contato com nossa reportagem.

Segundo ela, as obras em seguida começaram, mas o serviço não ficou com um acabamento adequado, pois veio a chuva e destruiu boa parte do trabalho. “Eles voltaram, o pessoal da prefeitura, tiveram que quebrar e colocar a boca de lobo e depois de quebrarem não voltaram mais, isso já faz duas semanas”.

Pra piorar a situação, além das lajotas jogadas, atrapalhando o trânsito de veículos e pedestres, muitas delas já foram furtadas. “Na frente da minha casa deixaram um buraco e o carro atola na areia. Já ligamos para prefeitura e até agora nada”, afirma.

Em contato com o poder público, a informação é de que o impasse se dá pois alguns moradores não quitaram os boletos para pagamento das lajotas.

“O problema dessa rua na verdade não é da prefeitura. Quando a gente faz essa parceria com os moradores, são eles que compram as lajotas e o meio fio, a gente dá a mão de obra, tubo e drenagem. Acontece que um dos moradores que tinha aceito comprar as lajotas, voltou a trás e depois não quis mais pagar, por isso tivemos que parar a obra”, respondeu a secretária de Planejamento do município, Morgana Rodrigues.

A equipe, segundo a gestora da pasta, já definiu que serão calçadas somente a parte da rua em que os moradores compraram as lajotas e o restante vai ficar sem. “Segunda-feira está programado para retornar a obra”, conclui.

Foto: Agora Laguna