Arquivo pessoal

A publicação do decreto da prefeitura de Laguna revogando a adoção da quarentena recomendada pelo comitê regional da Amurel levou o diretor da Vigilância Santiária municipal, Alex de Bem, a pedir exoneração do cargo. O anúncio foi feito em uma postagem na rede social Facebook, na noite deste domingo, 19, horas após o texto ter sido divulgado no Diário Oficial.

No desabafo, Alex, que é vice-coordenador do comitê da Amurel, definiu que o decreto publicado pelo município “vai contra todas as deliberações de profissionais da área de saúde”, que fazem o acompanhamento do avanço do coronavírus em Laguna e nas outras 17 cidades da região.

“Como cargo de direção, deve, dentre outras coisas, seguir alinhado com as políticas de governo, e nesta data vejo que, temos pensamentos totalmente contrários quanto a tomada de decisões, não me cabe continuar embarcado nesta nau”, escreveu. O servidor anunciou que retornará à função de fiscal da Vigilância.

No parágrafo final da publicação (leia abaixo), Alex deseja sucesso ao prefeito Mauro Candemil (MDB), mas adverte que o gestor é “mal assessorado”. O Portal Agora Laguna tentou contato com o chefe do Executivo, mas não obteve retorno até a publicação do texto.

Laguna tem 161 casos acumulados de coronavírus – 80 estão curados e quatro óbitos foram registrados. Na última sexta-feira, 17, anunciou que adotaria a quarentena de nove dias recomendada pela Amurel fechando o comércio de rua, mas voltou atrás neste domingo, 19, publicando nova normativa permitindo a abertura das atividades consideradas não essenciais.

Leia o desabafo de Alex de Bem

Com base neste Decreto, que vai contra a todas as deliberações de profissionais da área de saúde, que, estudam e discutem incansavelmente as situações ora propostas, relacionada a covid-19 em.nosso município e região da AMUREL, não me cabe outra decisão, ou seja, com tal publicação apresento na data de hoje meu pedido de exoneração do cargo de Direção da VISA municipal, pois não posso compactuar com tal decisão!!!

Como cargo de Direção, deve, dentre outras coisas, seguir alinhado com as políticas de governo, e nesta data vejo que, temos pensamentos totalmente contrários quanto a tomada de decisões, não me cabe continuar embarcado nesta nau!!

Retorno a minha função efetiva de fiscal sanitário, seguindo firme e forte em busca de um bem maior!!

Ao prefeito Mauro, que é uma boa pessoa, desejo-lhe sucesso, pena que as vezes, mal assessorado!!!