Divulgação

O inquérito da Operação Oxigênio, que investiga suspeitas de fraudes na compra de 200 respiradores pelo Estado de Santa Catarina subiu para o STJ por relacionar o governador Carlos Moisés (PSL). A investigação, agora, vai tramitar na mesma corte que outros casos que ganharam repercussão nacional, de compras igualmente suspeitas no Rio de Janeiro, Amazonas e Pará.

O nome do governador está relacionado a provas colhidas nas mídias apreendidas com o investigado Samuel Rodovalho e que mostrariam uma publicação do governador Moisés em um grupo de whatsapp, no dia em que o site de Intercept Brasil publicou reportagem denunciando o caso. Na mensagem, Moisés escreveu: “Agora a SES [Secretaria de Saúde] vai precisar falar sobre o assunto”, enviando junto o link da reportagem.

Diferente do que ocorreu nos demais estados, em Santa Catarina o caso só veio à tona depois que a imprensa mostrou as suspeitas sobre a dispensa de licitação que resultou no pagamento antecipado de R$ 33 milhões à empresa Veigamed. Só então que órgãos de controle e a Justiça tomaram ciência do caso.

Belmiro

Formado em Direito, natural de Montenegro (RS), Belmiro Sauthier editou 871 edições do Correio de Santa Catarina, até outubro de 2019, quando se afastou definitivamente do jornal que fundou, com sede no Centro Histórico de São José. Jornalista nato, sempre acompanhado de seu gravador de fita k7, Belmiro nos deixou no último fim de semana, aos 81 anos, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Fake

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal determinou por liminar a exclusão de um perfil falso no Twitter atribuído ao senador Dário Berger (MDB-SC). Para o coordenador-geral de contencioso da Advocacia do Senado, Thomaz Gomma de Azevedo, o caso é uma oportunidade para debate sobre liberdade de expressão, principalmente nas redes sociais. A reportagem é de Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

Futebol

O deputado federal Hélio Costa (Republicanos) classificou como uma medida de “bom senso e solidariedade aos clubes” a aprovação pela Câmara do projeto que suspende o pagamento do Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) durante a pandemia. Se o projeto for aprovado no Senado, as parcelas ficam congeladas até o encerramento da calamidade pública. A maioria dos clubes brasileiros pagou a parcela mensal até março.

50

Mulheres foram mortas em 2019, em crimes de feminicídios, 40% a mais que 2018. O alerta para maior atenção a esses casos é da Bancada Feminina da Alesc, que aprovou a criação do Observatório Social de Violência Contra a Mulher em Santa Catarina. O projeto tem amparo em uma lei aprovada e sancionada em 2015, mas que não foi implementada ainda.

Ministro em SC

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, visitou o governador Calos Moisés, na Casa D’Agronômica, na manhã desta segunda-feira, 22. Salles esteve em Florianópolis para renovar a concessão de uso do Parque Ecológico do Córrego Grande à prefeitura. O parque o Córrego esteve no centro de uma polêmica depois que o município descobriu que estava na lista de bens da União que iriam a leilão. Eles também trataram da universalização do saneamento básico.


PELO ESTADO – Reúne informações e entrevistas de relevância estadual. A produção é dos jornalistas Fábio Bispo e Eliane Ramos, da SCPortais. Os conteúdos são publicados em mais de 30 jornais e portais de notícias.

As informações e opiniões expressas no texto não representam o pensamento do Portal Agora Laguna.