Foto: HCSBJP/Agora Laguna

As obras de finalização dos dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos de Laguna, iniciadas no dia 10 de junho, já tem prazo para serem concluídas: 29 de julho, aniversário da cidade. A data está dentro da margem dos 60 dias estipulados em convênio firmado no final de maio entre hospital e prefeitura para a cessão de R$ 476 mil dos recursos municipais (Cosip e Secretaria da Saúde) para que a instituição fizesse as obras.

Entre os pontos que faltavam para a conclusão da construção dos dez leitos estavam: aquisição de mobiliário, materiais permanentes, rede de gás medicinal, gasômetros e adequações estruturais. O projeto de implantação da UTI começou em 2007, mas só em 2014 é que foi iniciado definitivamente com a reforma do terceiro andar do hospital.

Mas a conclusão das obras não significa abertura imediata. O hospital vem tentando agilizar o processo de credenciamento dos leitos junto à esfera federal para recebimento de recursos para a manutenção dos leitos.

“Hoje, o hospital não tem como arcar por mais esse custo por mês”, resumiu a médica Tatiana Mansur Blosfeld, presidente do Senhor Bom Jesus dos Passos, em entrevista à Rádio Difusora de Laguna. A habilitação representará o aporte de R$ 219 mil mensais nos cofres da instituição, porém, o montante gasto na manutenção é de R$ 450 mil mensais aproximadamente.

Na última sexta-feira, 19, o hospital entregou ofício ao secretário estadual de Saúde, André Motta Ribeiro, reforçando o pedido para que o Estado apoie financeiramente a manutenção da UTI em Laguna. Apenas com a garantia de recursos governamentais é que o Senhor Bom Jesus dos Passos irá abrir o setor, sem que isso agrave a situação financeira atual da entidade.

Equipamentos parados

À emissora, a médica informou que os equipamentos foram comprados a partir de 2017 e estão parados enquanto aguardam a ativação dos leitos e se não houver credenciamento, eles seguirão assim. O hospital não tem como colocar em funcionamento materiais que sejam destinados à UTI em outros setores – com exceções de alguns poucos itens.